Do slasher ao found footage: as transformações do ponto de vista no cinema de horror

Ana Maria Acker

Resumo


O artigo discute as origens da câmera subjetiva diegética no cinema de horror found footage a partir do pressuposto de que tal estratégia narrativa possui relações com a câmera subjetiva do slasher, subgênero que gerou polêmica nas décadas de 1970 e 1980. O texto problematiza o uso da câmera subjetiva e a transformação em diegética nos anos 2000, tendo como foco as características de nossos modos de olhar nas produções de horror contemporâneas. Pontuamos algumas mudanças no consumo do filme de horror após a metade do século passado e as relacionamos com as análises de sequências de quatro produções: As Fitas de Poughkeepsie (2007), direção de John Erick Dowdle; [Rec] (2007), [Rec] 2 – possuídos (2009), ambos realizados por Jaume Balagueró e Paco Plaza; e um episódio de V/H/S/2 (2013), filme de Simon Barrett, Adam Wingard, Eduardo Sanchez, Gregg Hale, Timo Tjahjanto, Gareth Huw Evans e Jason Eisener.


Palavras-chave


Cinema. Horror. Narrativa. Comunicação.

Texto completo:

PDF

Referências


ACKER, Ana Maria. O dispositivo do olhar no cinema de horror found footage. Tese de doutorado, PPGCOM, Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Abr., 2017.

ANDRIOPOULOS, Stefan. Aparições espectrais: O idealismo alemão, o romance gótico e a mídia óptica. Rio de Janeiro: Contraponto, 2014.

AUMONT, Jacques; MARIE, Michel. Dicionário teórico e crítico de cinema. Campinas, SP: Papirus, 2003.

BISKIND, Peter. Como a geração sexo, drogas e rock’n’roll salvou Hollywood. Rio de Janeiro: Intrínseca, 2009.

BROWNE, Nick. O espectador-no-texto: a retórica de No tempo das diligências. In: RAMOS, Fernão (org.). Teoria contemporânea do cinema - volume II: Documentário e narratividade ficcional. São Paulo: Editora Senac, 2005. p. 229-249.

CÁNEPA, Laura. Medo de quê? Uma história do horror nos filmes brasileiros. 2008. 498 p. Tese de doutorado (Multimeios) – Instituto de Artes, Universidade Estadual de Campinas. Campinas, SP, 2008.

CARREIRO, Rodrigo Octávio. A Câmera diegética: clareza narrativa e legibilidade documental em falsos documentários de horror. In: XXII Encontro Anual da Compós, 2013, Bahia. Anais eletrônicos. Disponível em: . Acesso em março de 2017.

______. Legibilidade X verossimilhança: o som no falso documentário de horror. In: XV Encontro Internacional da Sociedade Brasileira de Estudos de Cinema – SOCINE, 2011, Rio de Janeiro. Anais eletrônicos. Disponível em: . Acesso em março de 2018.

______. A Câmera diegética: legibilidade narrativa e verossimilhança documental em falsos found footage de horror. Significação, v. 40, nº 40, 2013. p. 224 – 244.

______. Imperfeição calculada: [Rec] como paradigma do sound design em falsos documentários de horror. E-Compós (Brasília), v. 17, p. 1-16, 2014.

______. O triunfo do amador: o som em O Massacre da Serra Elétrica. In: XIX Estudos de Cinema e Audiovisual Socine – Anais de Textos completos – São Paulo: Socine, 2016. p. 282 a 288.

CRARY, Jonathan. Técnicas do observador: visão e modernidade no século XIX. Rio de Janeiro: Contraponto, 2012.

______. Suspensões da percepção: atenção, espetáculo e cultura moderna. São Paulo: Cosac Naify, 2013.

DUBOIS, Philippe. Cinema, vídeo, Godard. São Paulo: Cosac Naify, 2004.

______. O Fenômeno do Found Footage de Horror. In: GARCIA, Demian (org.). Cinemas de Horror. São José dos Pinhais, PR: Editora Estronho, 2016. p. 119 – 124.

FELINTO, Erick. A Imagem Espectral: Comunicação, Cinema e Fantasmagoria Tecnológica. Cotia, SP: Ateliê Editorial, 2008.

HELLER-NICHOLAS, Alexandra. Found footage horror films: fear and the appearance of reality. Jefferson, NC: McFarland, 2014.

HUTCHINGS, Peter. The Horror film. London: Routledge, 2004.

MANNONI, Laurent. A grande arte da luz e da sombra: arqueologia do cinema. São Paulo: SENAC São Paulo, 2003.

SCONCE, Jeffrey. Haunted Media: Electronic Presence from Telegraphy to Television. Durham: Duke University Press, 2000.

ZIELINSKI, Siegfried. Arqueologia da mídia: em busca do tempo remoto das técnicas do ver e do ouvir. São Paulo: Annablume, 2006.

WOOD, Robin. An Introduction to the American Horror Film: I. Repression, the Other, the Monster, American Nightmare. Toronto: Festival of Festivals, 1979.

______. Hollywood: from Vietnam to Reagan…. and beyond. New York: Columbia University Press books, 2003.




DOI: https://doi.org/10.22409/ppgmc.v12i2.10056

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Programa de Pós-Graduação em Mídia e Cotidiano - PPGMC (UFF)

Endereço: Rua Tiradentes, nº 148 - Ingá - Niterói - Rio de Janeiro - CEP 24.210-510

Site: http://www.ppgmidiaecotidiano.uff.br

Telefone/Fax: (21) 2629-9684/ (21) 2629-9681