Cinema de artista: cinema de atrações, cinema expandido, cinema de exposição

André Parente

Resumo


Ao longo de sua história, o cinema, como prática social, sofreu profundas transformações. No entanto, nenhuma delas foi tão profunda quanto a criação, por volta de 1908, da Forma cinema, isto é, do modelo narrativo-representativo-institucional (N.R.I.). Na verdade, a história do cinema se confunde com a própria história desse modelo hegemônico de espetáculo, que dura mais ou menos duas horas, que acontece em uma sala escura (sala que o cinema herdou do teatro italiano) onde assistimos à projeção de um filme (projeção resultante da invenção técnica do cinema), geralmente narrativo (narrativa cuja forma o cinema herdou do romance dos séculos XVIII/XIX).

Palavras-chave


cinema de artista; cinema de atrações; cinema expandido

Texto completo:

PDF

Referências


Sem Referências.




DOI: https://doi.org/10.22409/poiesis.912.11-14

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 André Parente