Sonoridades e política das affordances na construção das identidades dos games

dinâmicas silenciosas do capitalismo contemporâneo na indústria do entretenimento

Autores

  • Thiago de Almeida Menini Universidade Estadual do Rio de Janeiro https://orcid.org/0000-0001-6691-783X
  • Vinícius Andrade Pereira Universidade Estadual do Rio de Janeiro

Palavras-chave:

Sonoridades, Games, Política das Affordances, Pesquisas Neuromidiáticas, Indústria do Entretenimento

Resumo

O artigo aborda o uso das sonoridades nos jogos eletrônicos explorando o quanto afetam a identidade e as dinâmicas do jogo. Entendemos que tais afetações são coo-determinadas por expressões aurais que agem como tecnologias moduladoras de estados emocionais e cognitivos do jogador, e que favorecem estados mentais que singularizam a experiência imersiva. O objetivo é pensar, por fim, nos modos que a indústria dos games se beneficia dessas modulações cognitivas, emocionais e mentais. A aposta está no uso das sonoridades com uma política de affordances, que visa maximizar o tempo gasto pelo jogador dedicado ao jogo, contribuindo para o fortalecimento das práticas de um capitalismo de plataforma, atenção e vigilância dentro do universo dos games, reafirmando uma tendência presente na indústria do entretenimento contemporânea.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-12-30