ABORDAGEM SOCIOCULTURAL DE SAÚDE E AMBIENTE PARA DEBATER OS PROBLEMAS DA DENGUE: UM ENFOQUE CTSA NO ENSINO DE BIOLOGIA

Daniele Blanco Cavalcanti, Jorge Lemos, Álvaro Chrispino

Resumo


Realizamos um estudo de caso, onde a pesquisadora atuou como observadora-participante, que consistiu na aplicação de uma Unidade Didática, norteada pela Educação Ambiental para a Sustentabilidade e pelo enfoque Ciência-Tecnologia-Sociedade-Ambiente, utilizando a dengue como contexto. Participaram deste, três turmas do segundo ano do Ensino Médio, em um Colégio Estadual no Rio de Janeiro, no primeiro semestre de 2011. Aplicamos cinco atividades que resultaram em documentos produzidos pelos educandos, tratados utilizando a Análise de Conteúdo Temática. A categorização buscou estabelecer a organização dos dados em bruto e, para determiná-la, tomamos por base a generalidade dos textos produzidos, que passaram por um recenseamento, segundo a frequência da presença de certos itens. Procuramos levantar as percepções socioambientais, ampliar a visão das interações CTSA e aproximar o conteúdo propedêutico da realidade dos educandos. A visão redentora da ciência predominou. Em relação a dengue, notamos que muitos possuem fragilidades conceituais, porém, já refletem sobre atitudes preventivas. Sob o aspecto da sustentabilidade, os mesmos ampliaram as percepções referentes à problemática ambiental, iniciando um processo de questionamento, acrescentando maior criticidade em relação ao tema.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/resa2012.v5i3.a21010

Apontamentos

  • Não há apontamentos.