PROBLEMAS E PROBLEMATIZAÇÕES: IMPLICAÇÕES PARA O ENSINO DOS PROFISSIONAIS DA SAÚDE

WELLINGTON BARROS DA SILVA, DEMÉTRIO DELIZOICOV

Resumo


O trabalho apresenta e discute, utilizando o referencial teórico de Paulo Freire os
pressupostos epistemológicos e as características de duas estratégias de aprendizagem
utilizadas no ensino superior na área da saúde: a Aprendizagem Baseada em Problemas
(ABP) e a Metodologia da Problematização (MP). Estas metodologias fundamentam-se
em diferentes visões teóricas e utilizam problemas como ponto de partida para o ensino
e aprendizagem dos alunos. Na MP, os problemas são formulados pelos alunos a partir
da observação da realidade. Na ABP, os problemas são elaborados por uma equipe de
especialistas para contemplar conhecimentos e atingir objetivos de aprendizagem
planejados. Com enfoques e pressupostos diferenciados quanto ao significado e
objetivos do processo de problematização, as duas propostas trazem consigo
implicações para a prática docente e para a formação dos profissionais da saúde.
Palavras-chave: Aprendizagem baseada em problemas, Problematização,
Epistemologia, Educação superior em saúde.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/resa2008.v1i2.a21028

Apontamentos

  • Não há apontamentos.