PERCEPÇÃO DISCENTE FRENTE ÀS PRÁTICAS SUSTENTÁVEIS DE MICROBIOLOGIA NO ENSINO FUNDAMENTAL

Autores

  • Ana Léa de Oliveira Araújo
  • Karine Silva Pimentel
  • Jonas Felipe da Silva Araújo
  • Bruno Edson Chaves
  • Lydia Dayanne Maia Pantoja

DOI:

https://doi.org/10.22409/resa2020.v13i1.a21610

Resumo

O ensino de Microbiologia possui algumas dificuldades devido às características peculiares apresentadas pelos seres microscópicos, sendo necessário o professor buscar novos métodos e ferramentas para expor esse conteúdo em sala de aula. Para estudo do mundo microbiológico é preciso à utilização de estratégias e ferramentas didáticas que possam facilitar o processo de ensino e aprendizagem. Nesse ínterim, o presente trabalho objetivou elaborar e aplicar quatro aulas práticas em Microbiologia com a utilização de materiais alternativos e de fácil obtenção para alunos do 7º ano do Ensino Fundamental do município Fortaleza-CE e analisar através de questionário a percepção dos discentes sobre as aulas práticas realizadas. Foram elaborados quatro planos de aulas com base na literatura atual em Microbiologia e um questionário com base na escala de Linkert. Este trabalho mostrou que 80% dos alunos pesquisados possuem conhecimentos sobre os micro-organismos, 88,4% dos discentes participantes da pesquisa consideram que a realização de aulas práticas é muito importante para o aprendizado em Ciências quando o conteúdo estudado se refere a Microbiologia e 75% dos discentes afirmam que a busca de materiais alternativos para a realização de aulas práticas contribuiria para que essas aulas ocorressem com maior frequência. Conclui-se que os alunos consideram a aula prática essencial para seu aprendizado e importante o uso de materiais alternativos no processo ensino e aprendizagem em Microbiologia, além de mostrar a necessidade do uso de atividades que sejam dinâmicas e atraentes para os alunos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-05-25

Edição

Seção

Artigos