Corporeidades contemporâneas: do corpo-imagem ao corpo-devir

Jardel Sander

Resumo


Este trabalho procura fornecer uma perspectiva sobre o corpo em suas relações com a subjetividade, a cultura e a história. Partindo da concepção do corpo como multiplicidade - corporeidades -, podemos visualizar tanto suas inscrições históricas, quanto suas possibilidades de resistência. Para além da evidência que o corpo assumiu na contemporaneidade, buscam-se suas condições de possibilidade e seus desdobramentos. Conclui-se que a possibilidade de ruptura face às inscrições históricas - tanto a dureza do regime militar, quanto à fluidez e espetacularização contemporâneas - passa pelo resgate do movimento de invenção e criação no corpo, e a dança contemporânea pode servir como caminho possível.


Palavras-chave


corpo; subjetividade; dança; contemporaneidade; décadas de 1970, 1980 e 1990

Texto completo:

PDF PDF (English)

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Creative Commons License
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

 

Apoio:



Indexadores:



Arquivamento:



Facebook: