O Estado, a política liberal e a biopolítica

Sonia Aparecida Moreira França, Fernando Luiz Zanetti

Resumo


Nesse ensaio, problematizamos ações da política liberal e suas relações com o Estado. Ao considerar algumas de suas proposições, questionamos a quais relações de poder essa prática social responde. Em que circunstâncias ela se interessa pelo governo dos homens? A partir do estudo das práticas intituladas como filantropia empresarial podemos indicar algumas estratégias e táticas dessa política. Entre as quais destacamos: a construção do Estado Moderno, a elaboração das diversas técnicas de controle social e as mudanças de foco com relação às análises das forças produtivas do capitalismo, que passaram a intervir nas curvas de normalidade econômica imanentes aos fenômenos da população.


Palavras-chave


política liberal; estratégias de controle social; Michel Foucault

Texto completo:

PDF

Referências


CASTRO, E. El vocabulario de Michel Foucault. Bernal: Universidad Nacional de Quilmes, 2004.

DREYFUS, H. L.; RABINOW, P. Michel Foucault, uma trajetória filosófica: para além do estruturalismo e da hermenêutica. Tradução de Vera Porto Carrero. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1995.

EWALD, F. Foucault, a norma e o direito. Tradução de Antonio Fernando Cascais. Lisboa: Vega, 1993.

FOUCAULT, M. Tecnologías del yo y otros textos afines. Barcelona: Paidós Ibérica, 1990.

FOUCAULT, M. Sujeito e Poder. In: DREYFUS, H. L.; RABINOW, P. Michel Foucault, uma trajetória filosófica: para além do estruturalismo e da hermenêutica. Tradução de Vera Porto Carrero. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1995. p. 231-249.

FOUCAULT, M. Estratégia poder-saber. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2003. Coleção Ditos & Escritos, v. 4.

FOUCAULT, M. Segurança Território e População: curso dado no Collège de France (1977-1978). Tradução de Eduardo Brandão. São Paulo: Martins Fontes, 2008a. Coleção Tópicos.

FOUCAULT, M. Nascimento da Biopolítica: curso dado no Collège de France (1978-1979). Tradução Eduardo Brandão. São Paulo: Martins Fontes, 2008b. Coleções Tópicos.

SENELLART, M. Foucault – Um pensamento desconcertante. Revista de Sociologia da USP Tempo Social, São Paulo, v. 7, n. 1-2, p. 1-14, 1995.

ZANETTI, F. L. A Condição da Arte e os Novos Paraísos Artificiais. 2007. 116f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Faculdade de Ciências e Letras, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Assis, 2007.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Creative Commons License
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

 

Apoio:



Indexadores:



Arquivamento:



Facebook: