Algumas interrogações acerca das produções midiáticas sobre a juventude

Ana Carolina Farias Franco, Flávia Cristina Silveira Lemos, Marcelo Almeida Ferreri, Leandro Passarinho, Adriana Elisa de Alencar Macedo

Resumo


O artigo debate a emergência da juventude e como a mídia vem forjando-a por práticas disciplinares pautadas nas normas de desenvolvimento e nos desvios das mesmas. Há uma noção de jovem idealizado, constituído como criativo, dinâmico, rebelde, produtivo, saudável e um consumidor em potencial de tecnologias flexíveis digitais e que mobiliza sua comunidade. As políticas para a juventude pobre brasileira focam a prevenção à violência e a educação para o trabalho. A visão do jovem de elite é vinculada ao consumo e ao estilo de vida associado às marcas, ao esporte e ao uso de aparatos digitais.

Palavras-chave


jovem; mídia; Brasil; práticas disciplinares; normas.

Texto completo:

PDF

Referências


ABRAMO, H. Considerações sobre a tematização sobre a juventude. Revista Brasileira de Educação. Número Especial – Juventude e Contemporaneidade, p.25-36, n.5, maio/jun./jul/ago. 1997, n. 6, set./out./nov./dez 1997.

ADORNO, S. Violência, ficção e realidade. In: SOUSA, M. W. (Org.). Sujeito, o lado oculto do receptor. São Paulo: Brasiliense, 2005.

ÁRIES, P. História Social da Criança e da Família. 2. ed. Rio de Janeiro: LTC, 2006.

CATANI, A.; GILIOLI, R. Culturas juvenis: múltiplos olhares. São Paulo: Editora UNESP, 2008.

CÉSAR, M. A invenção da adolescência no discurso psicopedagógico. São Paulo: Editora UNESP, 2008.

COHN, C. Antropologia da Criança. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2005.

DELEUZE, G. Conversações. São Paulo: Ed. 34, 1992.

DOS SANTOS, M. Criança e Criminalidade no início do século. In: DEL PRIORE, M. História das Crianças no Brasil. 6. ed. 2. reimp. São Paulo: Contexto, 2009.

FONSECA, M. A. Michel Foucault e o Direito. São Paulo: Max Limonad, 2002.

FOUCAULT, M. A verdade e as formas jurídicas. Rio de Janeiro: Nau, 1996.

______.Vigiar e Punir: nascimento da prisão. 34. Ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2007.

HARA, T. Sociedade de Comunicação: Controle e captura da singularidade. Revista Aulas – Dossiê Foucault, n.3 – dezembro 2006 – março de 2007.

NOVAES, R. Os jovens de hoje: contextos, diferenças e trajetórias. In: ALMEIDA, M.; EUGÊNIO, F. (Org.). Culturas Jovens: novos mapas do afeto. Rio de Janeiro: J. Zahar, 2006.

PASSETI, E. Crianças carentes e políticas públicas. In: DEL PRIORE, M. História das Crianças no Brasil. 6. ed. 2. reimp. São Paulo: Contexto, 2009.

ROLNIK, S. A vida na berlinda. In: PACHECO, A.; COCCO, G. ; VAZ, P. (Org.). O Trabalho da Multidão. Rio de Janeiro: Museu da República: Gryphus, 2002.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Creative Commons License
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

 

Apoio:



Indexadores:



Arquivamento:



Facebook: