Arte, corpo, saúde e cultura num território de fazer junto

Erika Alvarez Inforsato, Eliane Dias de Castro, Renata Monteiro Buelau, Isabela Umbuzeiro Valent, Christiana de Moraes e Silva, Elizabeth Maria Freire de Araujo Lima

Resumo


O desenvolvimento de pesquisas e metodologias na interface arte, corpo, saúde e cultura é uma experiência de multiplicidade, produção de corporeidade e cooperação com o território e implica o cultivo de práticas que proponham soluções inventivas para a população envolvida. A experiência aqui apresentada investe em estratégias de atenção e formação em Terapia Ocupacional, pautadas nos conceitos e práticas do corpo, das artes, da produção de subjetividade e da participação social; em diálogo com as políticas públicas de saúde e cultura, a partir da construção de redes, agenciamentos territoriais e circulação de estudantes e da população atendida pela cidade.


Palavras-chave


Terapia Ocupacional/educação; corpo; produção de subjetividade; rede arte/saúde/cultura; políticas públicas

Texto completo:

PDF

Referências


AMARANTE, P. Saúde mental e atenção psicossocial. Rio de Janeiro: Fiocruz, 2007.

BARROS, L. P.; KASTRUP, V. Cartografar é acompanhar processos. In: PASSOS, E.; KASTRUP, V.; ESCÓSSIA, L. (Org.). Pistas do método da cartografia: pesquisa-intervenção e produção de subjetividade. Porto Alegre: Sulinas, 2009. p. 52-75.

CASTRO, E. D. et al. Formação em Terapia Ocupacional na interface das artes e da saúde: a experiência do PACTO. Rev. Ter. Ocup. Univ. São Paulo, São Paulo, v. 20, n. 3, p. 149-156, set./dez. 2009. doi.org/10.11606/issn.2238-6149.v20i3p149-156.

CASTRO, E. D. et al. Território e diversidade: trajetórias da Terapia Ocupacional em experiências de arte e cultura. Cadernos de Terapia Ocupacional, São Carlos, v. 24, n. 1, p. 3-12, 2016. doi.org/10.4322%2F0104-4931.ctoAO0663.

CASTRO, E. D.; LIMA, L. J. C.; NIGRO, G. M. S. Convivência, trabalho em grupo, formatividade e práticas territoriais na interface arte-saúde-cultura. In: MAXIMINO, V.; LIBERMAN, F. (Org.). Grupos e Terapia ocupacional: formação, pesquisa e ações. São Paulo: Summus, 2015. p. 128-147.

DELEUZE, G. Nietzsche e a filosofia. Rio de Janeiro: Editora Rio, 1976.

DUARTE, R. E. S. T.; INFORSATO, E. A. De que forma. Interface (Botucatu), Botucatu, v. 15, n. 39, p. 1225-1228, out./dez. 2011. doi.org/10.1590/S1414-32832011000400021.

EMANUEL ESPERÓN, J. P. O corpo como unidade de dominação: a compreensão deleuziana do elemento trágico da filosofia de Nietzsche. Revista Trágica: estudos sobre Nietzsche, v.6, n.2, p.14-28, jul./dez. 2013. Disponível em: . Acesso em: 22 out. 2016.

FOUCAULT, M. A ética do cuidado de si como prática da liberdade (1984). In: MOTTA, M. B. (Org.). Ética, sexualidade e política. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2004. Coleção Ditos & Escritos, v. 5, p. 264-287.

FURLAN, A. S. R.; FURLAN, R. Arte, linguagem e expressão na filosofia de Merleau-Ponty. ARS, São Paulo, v. 3, n. 5, p. 30-49, jan./jun. 2005. doi.org/10.1590/S1678-53202005000100003.

HONORATO, C. Mediação na arte contemporânea: posições entre sistemas de valores adversos. Marcelina. Revista do Mestrado em Artes Visuais da Faculdade Santa Marcelina, São Paulo, ano 3, v. 3, p. 52-68, jul./dez. 2009.

INFORSATO, E. A. Caderno de Narrativas. São Paulo, 2016. Arquivo Pessoal.

LOPES, I. C.; VALENT, I. U.; BUELAU, R. M. Encontro Arte, Saúde e Cultura: compartilhando saberes e experiências em interface. Interface (Botucatu), Botucatu, v. 19, n. 53, p. 407-416, abr./jun. 2015. doi.org/10.1590/1807-57622015.0180.

MIGUEL, M. Guerrilha e resistência em Cévennes. A cartografia de Fernand Deligny e a busca por novas semióticas deleuzo-guattarianas. Revista Trágica: estudos de filosofia da imanência, Rio de Janeiro, v. 8, n. 1, p. 57-71, jan./abr. 2015. Disponível em: . Acesso em: 13 out. 2016.

PASSOS, E.; BARROS, R. B. Clínica, política e as modulações do capitalismo. Rev. Lugar Comum, Rio de Janeiro, n. 19-20, p. 159-171, jan./jun. 2004.

PELBART, P. P. Vida capital: ensaios de biopolítica. São Paulo: Iluminuras, 2003.

SPINOZA, B. Ética. Belo Horizonte: Autêntica, 2009.

YASUI, S. A atenção psicossocial e os desafios do contemporâneo: um outro mundo é possível. Cadernos Brasileiros de Saúde Mental, Florianópolis, v.1, n.1, 2009. Disponível em: . Acesso em: 20 out. 2016.




DOI: https://doi.org/10.22409/1984-0292/v29i2/2160

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


URL da licença: https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

 

Apoio:



Indexadores:



Arquivamento:



Facebook: