A Análise de Discurso em uma pesquisa sobre conjugalidades homossexuais

Rafael Luz, Hebe Signorini Gonçalves

Resumo


O texto apresenta e discute a utilização da metodologia da Análise do Discurso, em sua vertente francesa, em uma pesquisa sobre a conjugalidade homossexual. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com quatro casais, dois gays e dois lésbicos, e o material coletado foi analisado através da Análise do Discurso. Como resultado, foi possível observar que as conjugalidades analisadas se constituem por meio de uma temporalidade social, e de ações, atos e discursos performativos que, a princípio descontínuos, sedimentam a transição entre a vida do “eu” e a vida do “nós”. Os discursos dos sujeitos no tocante às suas relações afetivo-sexuais, mesmo que previamente atravessados pelas regulações de gênero, sexo e desejo, expressam as muitas e múltiplas possibilidades e especificidades de cada história particular. Constroem-se, desse modo, possibilidades conjugais e de si.


Palavras-chave


Análise do Discurso; conjugalidades; homossexualidades

Texto completo:

PDF

Referências


ARAÚJO, I. L. Formação discursiva como conceito chave para a arqueogenealogia de Foucault. Revista Aulas [Dossiê: Foucault], Campinas, n. 3, p. 1-24, 2007. Disponível em: https://www.ifch.unicamp.br/ojs/index.php/aulas/article/view/1924/1385. Acesso em: 22 set. 2015.

AUSTIN, J. L. How to do things with words. 2. ed. Oxford: Oxford University Press, 1975.

BUTLER, J. Actos performativos y constitución del género: un ensayo sobre fenomenología y teoría feminista. Debate Feminista, México, v. 18, p. 296-314, 1998. Disponível em: http://www.debatefeminista.cieg.unam.mx/wp-content/uploads/2016/03/articulos/018_14.pdf. Acesso em: 20 set. 2015.

BUTLER, J. Performatividad, precariedad y politicas sexuales. Revista de Antropología Iberoamericana, Madri, v. 4, n. 3, 2009, p. 321-336. Disponível em: http://www.redalyc.org/pdf/623/62312914003.pdf. Acesso em: 15 set. 2015.

BUTLER, J. Problemas de gênero: feminismo e subversão da identidade. 4. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2012.

CASTRO, E. Vocabulário de Foucault: um percurso pelos seus temas, conceitos e autores. Belo Horizonte: Autêntica, 2009.

CASTRO, R. B. Amor e ódio em relações ‘conjugays’. In: GROSSI, M.; UZIEL, A. P.; MELLO, L. (Org.). Conjugalidades, parentalidades e identidades lésbicas, gays e travestis. Rio de Janeiro: Garamond, 2007. p. 89-107.

DEFENDI, E. L. Homoconjugalidade masculina, revelação e redes sociais: um estudo de caso. 2010. Dissertação (Mestrado) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2010.

FERNANDES, C. A. Análise do Discurso: reflexões introdutórias. 2. ed. São Carlos, SP: Claraluz, 2008.

FOUCAULT, M. A arqueologia do saber. 3. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1987.

FOUCAULT, M. História da Sexualidade: a vontade de saber. Lisboa: Relógio d’Água, 1994a. v. 1.

FOUCAULT, M. História da sexualidade: o uso dos prazeres. Lisboa: Relógio d’Água, 1994b. v. 2.

FOUCAULT, M. A ética do cuidado de si como prática da liberdade (1984). In: MOTTA, M. B. (Org.). Ética, sexualidade e política. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2004. Coleção Ditos & Escritos, v. 5, p. 264-287.

FOUCAULT, M. História da sexualidade: o cuidado de si. 11. ed. Rio de Janeiro: Graal, 2011. v. 3.

GROSSI, M.; UZIEL, A. P.; MELLO, L. (Org.). Conjugalidades, parentalidades e identidades lésbicas, gays e travestis. Rio de Janeiro: Garamond, 2007.

HEILBORN, M. L. Dois é par: gênero e identidade sexual em contexto igualitário. Rio de Janeiro: Garamond, 2004.

LOPES, M. “Homens como outros quaisquer”: subjetividade e homoconjugalidade masculina no Brasil e na Argentina. 2010. Tese (Doutorado) – Universidade de Brasília, Brasília, 2010.

LUZ, R. R. Conjugalidades possíveis: um estudo sobre relacionamentos homossexuais e suas vicissitudes. 2014. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2014.

LUZ, R. R.; GONÇALVES, H. S. Heterossexualização das relações homoafetivas: uma realidade para se alcançar a aceitação? In: SEMINÁRIO INTERNACIONAL FAZENDO GÊNERO: DESAFIOS ATUAIS DOS FEMINISMOS, 10., 2013, Florianópolis. Anais eletrônicos... Florianópolis: UFSC, 2013. p. 1-12.

MAZZOLA, R. B. Análise do Discurso: um campo de reformulações. In: MILANEZ, N.; SANTOS, J. J. (Org.) Análise do Discurso: sujeito, lugares e olhares. São Carlos, SP: Claraluz, 2009. p. 7-16.

MEINERZ, N. E. Entre mulheres: etnografia sobre relações homoeróticas femininas em segmentos médios urbanos na cidade de Porto Alegre. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2011.

MELLO, L. Novas famílias: conjugalidade homossexual no Brasil contemporâneo. Rio de Janeiro: Garamond, 2005.

MISKOLCI, R. A Teoria Queer e a Sociologia: o desafio de uma analítica da normalização. Sociologias, Porto Alegre, v. 11, n. 21, p. 150-182, 2009. doi: 10.1590/S1517-45222009000100008

PAIVA, A. C. S. Reserva e invisibilidade: a construção da homoconjugalidade numa perspectiva micropolítica. In: GROSSI, M.; UZIEL, A. P.; MELLO, L. (Org.). Conjugalidades, parentalidades e identidades lésbicas, gays e travestis. Rio de Janeiro: Garamond, 2007. p. 23-46.

PÊCHEUX, M. Semântica e discurso: uma crítica à afirmação do óbvio. 4. ed. Campinas, SP: Unicamp, 2009.

PÊCHEUX, M. O discurso: estrutura ou acontecimento. 6. ed. Campinas, SP: Pontes, 2012.

SALIH, S. Judith Butler e a Teoria Queer. Belo Horizonte: Autêntica, 2012.

SILVA, A. V. Viver a dois é uma arte? Um estudo antropológico da homoconjugalidade masculina na Região Metropolitana do Recife. 2008. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2008.

WARNER, M. Introduction: fear of a Queer Planet. Social Text, North Carolina, n. 29, p. 3-17, 1991. Available in: https://sgrattan361.qwriting.qc.cuny.edu/files/2010/09/warnerfearofaqueer.pdf. Accessed on: 20 set. 2015.




DOI: https://doi.org/10.22409/1984-0292/v30i2/5552

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


URL da licença: https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

 

Apoio:



Indexadores:



Arquivamento:



Facebook: