O desejo do psicanalista como operador ético da psicanálise

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22409/1984-0292/v32i1/5628

Palavras-chave:

ética da psicanálise, transmissão da psicanálise, desejo do psicanalista

Resumo

Neste artigo, resultado de estudos realizados no doutorado e pós-doutorado, é investigada, no ensino de Lacan, a participação e importância do psicanalista (e de seu desejo) como o agente (suporte do objeto a) que opera a ética da psicanálise. Com o objetivo de aprofundar as relações dessa ética (suas premissas e princípios) ao proceder do psicanalista – sua escuta e atos –, merece destaque a expressão usada por Lacan: o desejo do psicanalista. Esta expressão nos mostrou haver uma consistência elementar entre o campo da ética e a operacionalização da psicanálise por meio de seu agente/suporte transferencial, o psicanalista, durante a condução do tratamento, naquilo que o próprio Lacan formulou, em seu ensino, como essencial à formação do psicanalista: a psicanálise em intensão. Lateralmente, são abordadas expressões correlatas, e nem por isso sem importância, no campo da ética da psicanálise: o ato do psicanalista, o discurso do psicanalista e o saber do psicanalista.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Júlio Eduardo de Castro, Universidade Federal de São João Del-Rei, São João Del Rei, MG

É psicanalista e professor titular aposentado da Universidade Federal de São João del Rei (UFSJ). Possui graduação em Psicologia pela Universidade Católica de Minas Gerais, mestrado em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, doutorado em Teoria Psicanalítica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e pós-doutorado em Psicologia pela PUC-Minas (2012).

Referências

CASTRO, Julio Eduardo de. Consequências éticas da teoria lacaniana dos discursos no ensino da psicanálise. 2006. Tese (Doutorado)-Programa de Pós-Graduação em Teoria Psicanalítica, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2006.

LACAN, J. O Seminário: os quatro conceitos fundamentais da psicanálise (1964). Rio de Janeiro: J. Zahar, 1979. livro 11.

LACAN, Jacques. O Seminário: a ética da psicanálise (1959-1960). Rio de Janeiro: J. Zahar, 1988. livro 7.

LACAN, Jacques. O Seminário: o desejo e sua interpretação (1959-1960). Buenos Aires: Escola de Psicanálise de Buenos Aires, [1990?a]. livro 6. Edição Eletrônica em CD-ROM dos Seminários e Escritos de Jacques Lacan. Não paginado.

LACAN, Jacques. O Seminário: a identificação (1960-1961). Buenos Aires: Escola de Psicanálise de Buenos Aires, [1990?b]. livro 9. Edição Eletrônica em CD-ROW dos Seminários e Escritos de Jacques Lacan. Não paginado.

LACAN, Jacques. O Seminário: problemas cruciais para a psicanálise. (1964-1965). Buenos Aires: Escola de Psicanálise de Buenos Aires, livro 12. Edição Eletrônica em CD-ROW dos Seminários e Escritos de Jacques Lacan [1990?c]. Não paginado.

LACAN, Jacques. O Seminário: a transferência (1960-1961). Rio de Janeiro: J. Zahar, 1992a. livro 8.

LACAN, Jacques. O Seminário: o avesso da psicanálise (1969-1970). Rio de Janeiro: J. Zahar, 1992b. livro 17.

LACAN, Jacques. O Seminário: o ato psicanalítico (1967-1968). [S.l.: s.n., 1992?]. livro 15.

LACAN, Jacques. A direção do tratamento e os princípios de seu poder (1958). In: ______. Escritos. Rio de Janeiro: J. Zahar, 1998a. p. 591-652.

LACAN, J. Subversão do sujeito e dialética do desejo no inconsciente freudiano (1960). In: _____. Escritos. Rio de Janeiro: J. Zahar, 1998b. p 807-842.

LACAN, Jacques. Do “Trieb” de Freud e do desejo do psicanalista (1964). In: ______. Escritos. Rio de Janeiro: J. Zahar, 1998c. p. 865-868.

LACAN, Jacques. O engano do sujeito suposto saber (1967). In: ______. Outros Escritos. Rio de Janeiro: J. Zahar, 2003. p. 329-340.

LACAN, J. O Seminário: a angústia (1962-1963). Rio de Janeiro: J. Zahar, 2005. livro 10.

Downloads

Publicado

2020-02-29

Como Citar

Castro, J. E. de. (2020). O desejo do psicanalista como operador ético da psicanálise. Fractal: Revista De Psicologia, 32(1), 12-20. https://doi.org/10.22409/1984-0292/v32i1/5628

Edição

Seção

Artigos