Atuação do psicólogo em saúde do trabalhador na perspectiva psicossociológica

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22409/1984-0292/v32i1/5694

Palavras-chave:

saúde, trabalho, abordagem psicossocial, atuação do psicólogo

Resumo

O campo da Saúde do Trabalhador, disposto a estudar e a intervir nos processos de saúde e doença, tem dialogado com diferentes áreas do conhecimento no intuito de melhor compreender a complexidade presente nesta interação, considerando a diversidade de fatores que podem interferir nos níveis de saúde experimentados pelas pessoas. Em meio ao crescente interesse pelo campo, se faz pertinente questionar como a ciência psicológica tem se posicionado a respeito das repercussões do trabalho sobre a mente humana. Para tanto, o presente estudo propõe identificar em que medida a atuação do psicólogo em saúde do trabalhador tem contemplado os pressupostos da abordagem psicossociológica. Através das bases de dados SciELO (Scientific Eletronic Library Online) e LILACS (Literatura Latino Americana e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde) realizou-se uma revisão integrativa da literatura, a fim de compilar informações que viabilizassem a síntese do estado do conhecimento da temática em questão. Foi possível identificar a necessidade de um maior investimento em termos de pesquisa e de intervenção no campo saúde do trabalhador fundamentados nos pressupostos psicossociológicos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Helyssa Luana Lopes, Universidade Estadual da Paraíba, Campina Grande, PB

Possui graduação em Psicologia e mestrado em Psicologia da Saúde pela Universidade Estadual da Paraíba (2012 e 2017, respectivamente), ambos com ênfase em organizações e trabalho. Atuou como professora substituta do Departamento de Psicologia na Universidade Estadual da Paraíba. Tem experiência como supervisora de estágio na área de gestão com pessoas, processos subjetivos e intersubjetivos no mundo do trabalho. Coordenou projeto de pesquisa e extensão voltado ao público adolescente, com foco no desenvolvimento de habilidades sociais e estratégias psicoeducativas. Principais temas e áreas de atuação: psicologia organizacional, saúde mental e trabalho, avaliação psicológica, orientação vocacional e profissional, desenvolvimento humano e psicologia da saúde.

Paula Ramos Oliveira Andrade, Universidade Estadual da Paraíba, Campina Grande, PB

Psicóloga. Especialista em Terapia Cognitivo Comportametnal - UNICORP (em andamento). Mestra em Psicologia da Saúde - PPGPS/UEPB. Especialista em Gestão de Recursos Humanos - UEPB.

Valéria Morais da Silveira Sousa, Universidade Estadual da Paraíba, Campina Grande, PB

Mestrado em Psicologia da Saúde pela Universidade Estadual da Paraíba (2017), graduação em Psicologia pela Universidade Estadual da Paraíba - UEPB (2002) - Hab. em Formação de Psicólogo e Licenciatura Plena em Psicologia. Especialista em Recursos Humanos pela Universidade Estadual da Paraíba (2005). Atua com ênfase em Psicologia do Trabalho e Organizacional, principalmente nos seguintes temas: saúde do trabalhador, gestão de pessoas.

Maria Teresa Pires Costa, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, RN

Possui graduação em Psicologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1994), Mestrado em Administração pela Universidade Federal da Paraíba (2001), Doutorado em Psicologia, estudando Condições de Trabalho e Saúde do Trabalhador, pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2012) e Pós-Doutorado em Psicologia da Saúde pela Universidade Estadual da Paraíba. Atualmente é professora efetiva do Departamento de Administração Pública e Gestão Social da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, docente e coordenadora do Mestrado em Gestão Pública do Programa de Pós-Graduação em Gestão Pública do CCSA e do curso de graduação em Administração. Tem experiência na área de Gestão Pública, Gestão de Pessoas, Gestão em Saúde e em Saúde Coletiva com ênfase na Política de Saúde do Trabalhador, tendo participado no período de 2012 a 2014 do Grupo Articulador do Projeto Vidas Paralelas - PVP-RN, iniciativa conjunta dos Ministérios da Saúde e Cultura, coordenado nacionalmente pela UNB. Atuou ainda como como docente na Residência Integrada Multiprofissional em Saúde Materno-Infantil do Hospital Universitário Ana Bezerra no período de 2011 a 2015.

Referências

ALVES, Giovanni; VIZZACCARO-AMARAL, André Luís; MOTA, Daniel Pestana. Trabalho e saúde: a precarização do trabalho e a saúde do trabalhador no século XXI. São Paulo: LTr, 2011.

ANTUNES, Ricardo; ALVES, Giovanni. As mutações no mundo do trabalho na era da mundialização do capital. Educação & Sociedade, Campinas, v. 25, n. 87, p. 335-351, 2004. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/es/v25n87/21460.pdf. Acesso em: 15 dez. 2015.

BASTOS, Antônio Virgílio Bittencourt; GALVÃO-MARTINS, Ana Helena Caldeira. O que pode fazer o psicólogo organizacional. Psicologia: Ciência e Profissão, Brasília, v. 10, n. 1, p. 10-18, 1990. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/pcp/v10n1/05.pdf. Acesso em: 15 dez. 2015.

BENDASSOLLI, Pedro Fernando; SOBOLL, Lis Andréa Pereira. Clínicas do Trabalho: novas perspectivas para compreensão do trabalho na atualidade. São Paulo: Atlas, 2011.

BERNARDES, Jefferson de Souza. A Formação em Psicologia após 50 anos do primeiro Currículo Nacional da Psicologia: alguns desafios atuais. Psicologia: Ciência e Profissão, Brasília, v. 32, n. spe., p. 216-231, 2012. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/pcp/v32nspe/v32speca16.pdf. Acesso em: 15 dez. 2015.

BIASI, Evelyn Yamashita; RUMIN, Cassiano Ricardo. Aspectos da prática clínica em Psicologia dirigida à reabilitação de trabalhadores. Psicologia: Ciência e Profissão, Brasília, v. 35, n. 4, p. 1350-1365, 2015. http://dx.doi.org/10.1590/1982-3703001922013

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal, 1988

BRASIL. Ministério da Saúde. Política Nacional de Saúde do Trabalhador para o SUS. Brasília: MS, 2004. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2012/prt1823_23_08_2012.html. Acesso em: 22 jan. 2016.

BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria nº 1.679, de 19 de setembro de 2002. Dispõe sobre a Rede Nacional de Atenção Integral à Saúde do Trabalhador (Renast). Caderno de Legislação em Saúde do Trabalhador. 2. ed. Brasília: MS, 2005.

BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria nº 1.823, de 23 de agosto de 2012. Institui a Política Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, nº 165, Seção I, p. 46-51, 24 de agosto de 2012. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2012/prt1823_23_08_2012.html. Acesso em: 12 de jan. 2016.

CARRETEIRO, Teresa Cristina Othênio; BARROS, Vanessa Andrade. Intervenção psicossociológica. In: BENDASSOLLI, Pedro Fernando; SOBOLL, Lis Andréa Pereira. (Org.). Métodos de pesquisa e intervenção em psicologia do trabalho. São Paulo: Atlas, 2014. p. 101-128.

COELHO-LIMA, Fellipe; COSTA, Ana Ludmila Freire; YAMAMOTO, Oswaldo Hajime. O exercício profissional do psicólogo do trabalho e das organizações: uma revisão da produção científica. Revista Psicologia: Organizações e Trabalho, Florianópolis, v. 11, n. 2, p. 21-35, 2011. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/rpot/v11n2/v11n2a03.pdf. Acesso em: 18 jan. 2016.

CREPOP. Centro de Referência Técnica em Psicologia e Políticas Públicas. Saúde do Trabalhador no âmbito da Saúde Pública: referências para atuação do(a) psicólogo(a). Brasília: CFP, 2008.

DIAS, Elizabeth Costa; HOEFELI, Maria da Graça. O desafio de implementar as ações de saúde do trabalhador no SUS: a estratégia da RENAST. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 10, n. 4, p. 817-827, 2005. Disponível em: https://www.scielosp.org/pdf/csc/2005.v10n4/817-827/pt. Acesso em: 22 de jan. 2020.

DIAS, Maria Dionísia Amaral. Jovens trabalhadoras e o sofrimento ético-político. Psicologia & Sociedade, Florianópolis, v. 26, n. 2, p. 93-102, 2014. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-71822014000600010

DUARTE, Daniele Almeida. A supervisão enquanto dispositivo: narrativa docente do estágio profissional em psicologia do trabalho. Interface – Comunicação, Saúde, Educação, Botucatu, v. 19, n. 52, p. 133-144, 2015. http://dx.doi.org/10.1590/1807-57622014.0170

GOMEZ, Carlos Minayo. Campo da saúde do trabalhador: trajetória, configuração e transformações. In: GOMEZ, Carlos Minayo; MACHADO, Jorge Mesquita Huet; PENA, Paulo Gilvane Lopes. (Org.). Saúde do trabalhador na sociedade brasileira contemporânea. Rio de Janeiro: Fiocruz, 2011. p. 23-34.

GOMEZ, Carlos Minayo; LACAZ, Francisco Antônio de Castro GOMEZ. Saúde do trabalhador: novas-velhas questões. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 10, n. 4, p. 797-807, 2005. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232005000400002

IMBRIZI, Jaquelina Maria; KEPPLER, Isabel Lopes do Santos; VILHANUEVA, Marcelo Soares. Grupo dos Novos: relato de uma experiência de estágio com grupos de acolhimento de trabalhadores em um Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest). Revista Brasileira de Saúde Ocupacional, São Paulo, v. 38, n. 128, p. 302-314, 2013. http://dx.doi.org/10.1590/S0303-76572013000200017

LACAZ, Francisco Antônio de Castro. O Campo Saúde do Trabalhador: resgatando conhecimentos e práticas sobre as relações trabalho-saúde. Caderno Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 23, n. 4, p. 757-766, 2007. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2007000400003

LHUILIER, Dominique. Introdução à psicossociologia do trabalho. Cadernos de Psicologia Social do Trabalho, São Paulo, v. 17, num. esp., p. 5-19, 2014. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/cpst/v17nspe/a03v17nspe.pdf. Acesso em: 22 de jan. 2020.

LISBOA, Felipe Stephan; BARBOSA, Altemir José Gonçalves. Formação em Psicologia no Brasil: um perfil dos cursos de graduação. Psicologia: Ciência e Profissão, Brasília, v. 29, n. 4, p. 718-737, 2009. http://dx.doi.org/10.1590/S1414-98932009000400006

MENDES, Karina Dal Sasso; SILVEIRA, Renata Cristina de Campos Pereira; GALVÃO, Cristina Maria. Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto & Contexto – Enfermagem, Florianópolis, v. 17, n. 4, p. 758-764, 2008. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-07072008000400018

NARDI, Henrique Caetano; RAMMINGER, Tatiana. Políticas públicas em saúde mental e trabalho: desafios políticos e epistemológicos. Psicologia: Ciência e Profissão, Brasília, v. 32, n. 2, p. 374-387, 2012. http://dx.doi.org/10.1590/S1414-98932012000200008

NELI, Marcos Acácio. Reestruturação produtiva e saúde do trabalhador: um estudo com trabalhadores de uma indústria avícola. 2006. Dissertação (Mestrado em Saúde na Comunidade) - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo, Brasil, 2006.

OLIVEIRA, Juliana Roman dos Santos; VIGANÓ, Magna Gabriella; LUNARDELLI, Maria Cristina Frollini; CANÊO, Luiz Carlos; GOULART JÚNIOR, Edward. Fadiga no trabalho: como o psicólogo pode atuar? Psicologia em Estudo, Maringá, v. 15, n. 3, p. 633-638, 2010. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-73722010000300021

RAMMINGER, Tatiana; ATHAYDE, Milton Raimundo Cidreira de; BRITO, Jussara. Ampliando o diálogo entre trabalhadores e profissionais de pesquisa: alguns métodos de pesquisa-intervenção para o campo da Saúde do Trabalhador. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 18, n. 11, p. 3191-3202, 2013. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232013001100010

RIBEIRO, Ana Cláudia de Araújo; MATTOS, Beatriz Marques de; ANTONELLI, Carolina de Santi; CANÊO, Luiz Carlos; GOULART JÚNIOR, Edward. Resiliência no trabalho contemporâneo: promoção e/ou desgaste da saúde mental. Psicologia em Estudo, Maringá, v. 16, n. 4, p. 623-633, 2011. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-73722011000400013

SANTOS, Abrahão de Oliveira; CASTRO, Edson Olivari de. Demanda por grupos, psicologia e controle. Psicologia & Sociedade, Florianópolis, v. 23, n. 2, p. 325-331, 2011. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-71822011000200013

SANTOS, Ludmilla Cristine; GOULART JÚNIOR, Edward; CANÊO, Luiz Carlos; LUNARDELLI, Maria Cristina Frollini; CARVALHO, Pérola Lozano Teixeira de. Psicologia e Profissão: neurose profissional e a atuação do psicólogo organizacional frente à questão. Psicologia: Ciência e Profissão, Brasília, v. 30, n. 2, p. 248-261, 2010. http://dx.doi.org/10.1590/S1414-98932010000200003

SATO, Leny. Recuperando o tempo perdido: a psicologia e o trabalho não regulado. Cadernos de Psicologia Social do Trabalho, São Paulo, v. 16, n. spe. 1, p. 99-110, 2013. https://doi.org/10.11606/issn.1981-0490.v16ispe1p99-110

SELIGMANN-SILVA, Edith. Trabalho e desgaste mental: o direito de ser dono de si mesmo. São Paulo: Cortez, 2011.

SILVA, Mariana Pinheiro da; SILVA, Rosana Marques da; SILVA, Janaina Karpinski Baptista da. Perícia psicológica no âmbito do trabalho: atuação numa diretoria de saúde do servidor. Psicologia Argumento, Curitiba, v. 32, n. 79, p. 15-25, 2014. Disponível em: https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/lil-754708. Acesso em: 12 abr. 2016.

SILVEIRA, Lia Carneiro; FEITOSA, Rúbia Mara Maia; PALÁCIO, Paula Danyelle Barros. A escuta do sofrimento psíquico relacionado ao trabalho: contribuições da psicanálise para o cuidado em saúde. Psicologia em Revista, Belo Horizonte, v. 20, n. 1, p. 19-33, 2014. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/per/v20n1/v20n1a03.pdf. Acesso em: 2 fev. 2016.

SOUTO, Thamires da Silva; BATISTA, Sylvia Helena; BATISTA, Nildo Alves. A educação interprofissional na formação em Psicologia. Psicologia: Ciência e Profissão, Brasília, v. 34, n. 1, p. 32-45, 2014. http://dx.doi.org/10.1590/S1414-98932014000100004

SOUZA, Marcela Tavares de; SILVA, Michelly Dias da; CARVALHO, Rachel de. Revisão integrativa: o que é e como fazer. Einstein, São Paulo, v. 8, n. 1, p. 102-106, 2010. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/eins/v8n1/pt_1679-4508-eins-8-1-0102.pdf. Acesso em: 15 fev. 2016.

TODESCHINI, Remígio; FERREIRA, Mário César. Olhar de dirigentes sindicais sobre qualidade de vida no trabalho e mal-estar no trabalho. Estudos de Psicologia, Brasília, v. 18, n. 2, p. 241-247, 2013. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/epsic/v18n2/v18n2a09.pdf. Acesso em: 15 fev. 2016.

VIEIRA, Carlos Eduardo Carrusca; BARROS, Vanessa Andrade; LIMA, Francisco de Paula Antunes. Uma abordagem da psicologia do trabalho, na presença do trabalho. Psicologia em Revista, Belo Horizonte, v. 13, n. 1, 155-168, 2007. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/per/v13n1/v13n1a10.pdf. Acesso em: 15 fev. 2016.

Downloads

Publicado

2020-03-02

Como Citar

Lopes, H. L., Andrade, P. R. O., Sousa, V. M. da S., & Costa, M. T. P. (2020). Atuação do psicólogo em saúde do trabalhador na perspectiva psicossociológica. Fractal: Revista De Psicologia, 32(1), 72-81. https://doi.org/10.22409/1984-0292/v32i1/5694

Edição

Seção

Artigos