Contribuições do método de Eduardo Coutinho para a Psicologia do Trabalho e Organizacional

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22409/1984-0292/v30i2/5879

Palavras-chave:

método, Eduardo Coutinho, Psicologia do Trabalho e das Organizações

Resumo

Esse artigo procura explorar possibilidades metodológicas para a Psicologia do Trabalho e das Organizações (PT&O) a partir da obra de Eduardo Coutinho. Nesse sentido, buscou-se confrontar posturas metodológicas desse cineasta com as de certa tradição da PT&O. Com tal objetivo, realizou-se um resgate da literatura sobre esse diretor e de sua filmografia, assim como do método que desenvolveu. Várias convergências foram identificadas: a valorização da vivência subjetiva dos sujeitos/personagens; o vídeo como meio para provocar a expressão e o diálogo; a palavra como via de apropriação da experiência. Espera-se que esse estudo avance para que a PT&O usufrua cada vez mais do patrimônio de Eduardo Coutinho.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Julliana Diniz Peixoto, Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, PB

Aluna de graduação do curso de Psicologia na Universidade Federal da Paraíba. Integrante do Grupo de Pesquisa Subjetividade e Trabalho. Bolsista de iniciação científica na área de Psicologia do Trabalho. Estagiária do Sistema Nacional de Emprego - PMJP. 

Anísio José da Silva Araújo, Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, PB

Possuo graduação em Formação de Psicólogo pela Universidade Federal da Paraíba (1983), mestrado em Administração pela Universidade Federal da Paraíba (1991) e doutorado em Ciências pela Fundação Oswaldo Cruz (2001). Atualmente sou professor adjunto da Universidade Federal da Paraíba e estou vinculado ao mestrado em Psicologia Social, fazendo parte do núcleo de estudos intitulado Psicologia Social, Trabalho e Subjetividade. Minha área de atuação principal é Psicologia do trabalho e organizacional. Meus temas de interesse são: subjetividade e Trabalho, saúde mental e trabalho, saúde do trabalhador, produtividade e qualidade com saúde e segurança.

Ivo Júnior Celestino Ferreira, Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, PB

Possui ensino-medio-segundo-graupela Escola Cenecista Ministro João Agripíno Finho(2009). Tem experiência na área de Psicologia.

Paulo César Zambroni-de-Souza, Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, PB

Professor do Departamento de Psicologia da Universidade Federal da Paraíba - UFPB, nos âmbitos do curso de Graduação em Psicologia e no Mestrado e Doutorado do Programa de Pós-graduação em Psicologia Social. É graduado em Psicologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1992), mestre em Psicologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1997), sob a orientação da Profª Maria Luíza Lo Presti Seminério, doutor em Psicologia Social pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2006), orientado pelo Prof. Milton Atahyde. Realizou Estágio de Doutorado no Département / Institut d'Ergologie - Analyse Pluridisciplinaire de Situations de Travail da Université de Provence / Aix Marseille Université, França (2005) com o professor Yves Schwartz com bolsa da CAPES. Atua na área de Psicologia do Trabalho e Organizacional, principalmente com os seguintes temas: saúde mental e trabalho, saúde / doença / afastamento do trabalho, assédio moral no trabalho, gestão no trabalho. Realizou Pós-doutorado no Conservatoire National des Arts et Métiers (CNAM - Paris) sob a supervisão do Prof. Christophe Dejours com bolsa do CNPq.

Referências

A FALECIDA. Direção: Leon Hirszman. Rio de Janeiro: Herbert Richers Produções Cinematográficas, 1965. 1 DVD (90 min).

A FAMÍLIA de Elizabeth Teixeira. Direção: Eduardo Coutinho. [S.l.: s.n.], 2014. 1 DVD (64 min).

A LEI e a vida. Direção: Eduardo Coutinho. Rio de Janeiro: [s.n.], 1992. 1 DVD (35 min). Disponível em: https://youtu.be/FuxH2X6W9bo. Acesso em: 21 maio 2017.

AS CANÇÕES. Direção: Eduardo Coutinho. Rio de Janeiro: VideoFilmes, 2011. 1 DVD (90 min).

BABILÔNIA 2000. Direção: Eduardo Coutinho. Rio de Janeiro: CECIP, 1999. 1 DVD (80 min).

BARATTA, R. La video comme outil d’intervention pour l’analyse du travail. In: TEIGER, C.; LACOMBLEZ, M. (Coord.) (Se) Former pour transformer le travail? Dynamiques de constructions d’une analyse critique du travail. Laval: PUL, 2013. p. 492-494.

BENDASSOLI, P.; SOBOLL, L. A. (Org.). Clínicas do trabalho: novas perspectivas para compreensão do trabalho na atualidade. São Paulo: Atlas, 2011.

BENDASSOLI, P.; SOBOLL, L. A. (Org.). Métodos de pesquisa e intervenção em psicologia do trabalho: clínicas do trabalho. São Paulo: Atlas, 2014.

BERNARDET, J. C. Cineastas e imagens do povo. São Paulo: Companhia das Letras, 2003.

BOCA do lixo. Direção: Eduardo Coutinho. Rio de Janeiro: [s.n.], 1992. 1 DVD (50 min).

BRAGANÇA, F. (Org.). Eduardo Coutinho: encontros. Rio de Janeiro: Beco do Azougue, 2008.

CABRA marcado para morrer. Direção: Eduardo Coutinho. Rio de Janeiro: Mapa Filmes e Eduardo Coutinho Produções Cinematográficas, 1984. 1 DVD (119 min).

CENTRO DE PESQUISA E DOCUMENTAÇÃO DE HISTÓRIA CONTEMPORÂNEA DO BRASIL. Memória do Cinema Documentário Brasileiro: histórias de vida. Eduardo Coutinho. 2012. Disponível em: http://cpdoc.fgv.br/memoria-documentario/eduardo-coutinho. Acesso em: 13 de maio 2016.

CLOT, Y.; FAÏTA, D. Gêneros e estilos em análise do trabalho: conceitos e métodos. Trabalho & Educação, Belo Horizonte, v. 25, n. 2, p. 33-60, maio/ago. 2016.

DONA Flor e seus dois maridos. Direção: Bruno Barreto. [S.l.]: Carnaval Unifilm, 1976. 1 DVD (110 min).

EDIFÍCIO Master. Direção: Eduardo Coutinho. Rio de Janeiro: VideoFilmes, 2002. 2 DVDs (110 min).

EDUARDO Coutinho. In: MNEMOCINE. Aruanda. [ca. 2003]. Disponível em: http://www.mnemocine.com.br/aruanda/coutinho.htm. Acesso em: 13 maio 2016.

FÉRNANDEZ, G.; CLOT, Y. Entrevistas en auto-confrontación: un método en clínica de la actividad. Informática na Educação: teroria & prática, Porto Alegre, v.13, n. 1, p. 11-16, jan./jun. 2010.

FROCHTENGARTEN, F. A entrevista como método: uma conversa com Eduardo Coutinho. Psicologia USP, São Paulo, v. 20, n. 1, p. 125-138, jan./mar. 2009.

GAROTA de Ipanema. Direção: Leon Hirszman. Rio de Janeiro: Saga Filmes, 1967. 1 DVD (90 min).

GUÉRIN, F. et al. Compreender o trabalho para transformá-lo: a prática da Ergonomia. São Paulo: Edgard Blücher, 2001.

JOGO de cena. Direção: Eduardo Coutinho. Rio de Janeiro: VideoFilmes, 2007. 1 DVD (100 min).

KOSTULSKI, K. A linguagem na análise da atividade: formas de realização e funções psicológicas. Cadernos de Psicologia Social do Trabalho, v. 6, n. especial, p. 59-68, 2013.

LACOSTE, M. Filmer pour analyser: l’importance du voir dans les micro-analyses du travail. Filmer le travail: recherche et réalisation. Champ Visuels. Revue Interdisciplinaire de recherches sur l’image, n. 6, p. 10-17, sept. 1997.

LHUILIER, D. Cliniques du travail. Nouvelle revue de psychosociologie, v. 1, n. 1, p. 179-193, 2006. doi: 10.3917/nrp.001.0179

LHUILIER, D. Filiações teóricas das clínicas do trabalho. In: BENDASSOLLI, P. F.; SOBOLL, L. A. P. (Org.). Clínicas do trabalho: novas perspectivas para compreensão do trabalho na atualidade. São Paulo: Atlas, 2011. p. 22-58.

LINS, C. O documentário de Eduardo Coutinho: televisão, cinema e vídeo. Rio de Janeiro: J. Zahar, 2004a.

LINS, C. O cinema de Eduardo Coutinho: uma arte do presente. In: TEIXEIRA, F. (Org.). Documentário no Brasil: tradição e transformação. São Paulo: Summus, 2004b. p. 179-198.

LINS, C.; MESQUITA, C. Filmar o real: sobre o documentário brasileiro contemporâneo. Rio de Janeiro: J. Zahar, 2011.

MOLINIER, P.; FLOTTES, A. Travail et santé mentale: approches cliniques. Travail et emploi, n. 129, p. 51-66, 2012.

MONTMOLLIN, M. (Dir.). Verbalisations provoquées. In: ______. Vocabulaire de l’Ergonomie. 2. ed. Toulouse: Octarès, 1997.

O FIM e o princípio. Direção: Eduardo Coutinho. [S.l. : s.n.], 2005. 1 DVD (110 min).

O FIO da memória. Direção: Eduardo Coutinho. Rio de Janeiro: [s.n.], 1991. 1 DVD (115 min).

O JOGO da dívida. Direção: Eduardo Coutinho. Rio de Janeiro: Cecip, 1990. 1 DVD (58 min).

OS ROMEIROS do Padre Cícero. Direção: Eduardo Coutinho. Rio de Janeiro: [s.n.], 1994. 1 DVD (37 min).

PÈLEGRIN, B. Sur l’autoconfrontation: vous avez dit «croisee ?». Ergologia, n. 5, p. 107-145, mar. 2011.

PEÕES. Direção: Eduardo Coutinho. Rio de Janeiro: VideoFilmes, 2004. 1 DVD (85 min).

RIBEIRO, B. C. Trabalho e gestão através do cinema. 2013. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais)–Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista, Marília, 2013.

SACRAMENTO, I. Depois da revolução, a televisão: cineastas de esquerda no jornalismo televisivo dos anos 1970. 2008. 318 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação e Cultura)–Escola de Comunicação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, 2008.

SALLES, J. M. Prefácio. In: LINS, C. O documentário de Eduardo Coutinho: televisão, cinema e vídeo. Rio de Janeiro: J. Zahar, 2004. p. 7-10.

SANTA Marta: duas semanas no morro. Direção: Eduardo Coutinho. Produção: Frederico Morais. Rio de Janeiro: [s.n.], 1987. 1 DVD (54 min).

SANTO forte. Direção: Eduardo Coutinho. Rio de Janeiro: CECIP, 1999. 1 DVD (80 min).

SCHWARZ, R. Que horas são? Ensaios. São Paulo: Companhia das Letras, 1987.

ÚLTIMAS conversas. Direção: Eduardo Coutinho. Rio de Janeiro: VideoFilmes, 2015. 1 DVD (87 min).

UM dia na vida. Direção: Eduardo Coutinho. [S.l.: s.n.], 2010. 1 DVD (94 min).

VOLTA Redonda – Memorial da greve. Direção: Eduardo Coutinho. 1989. Rio de Janeiro: [s.n.], 1989. 1 DVD (39 min).

Downloads

Publicado

2018-07-19

Como Citar

Peixoto, J. D., Araújo, A. J. da S., Ferreira, I. J. C., & Zambroni-de-Souza, P. C. (2018). Contribuições do método de Eduardo Coutinho para a Psicologia do Trabalho e Organizacional. Fractal: Revista De Psicologia, 30(2), 137-144. https://doi.org/10.22409/1984-0292/v30i2/5879

Edição

Seção

Dossiê Psicologia, modos de vida e trabalho: mobilizando um patrimônio de conceitos e autores