Sherrie Levine - Alegoria como Tautologia (e vice-versa)

Cezar Bartholomeu

Resumo


A obra de Sherrie Levine constitui problema inédito na história da arte, bem como na história da fotografia, em geral, vista sob o registro do questionamento da autoria. O artigo critica sua obra, analisando-a como evento conceitualmente concebido, o que enfatiza outros tipos de estratégias em seu trabalho e uma visada diferente em relação à história da arte e ao próprio conceito de fotografia.

Palavras-chave


fotografia; arte; alegoria

Texto completo:

PDF

Referências


KOSUTH, Joseph. Art after philosophy and after. Cambridge : Mitpress, 1991.

OWENS, Craig. Beyond recognition. Berkeley : University of California press, 1992.

SINGERMAN, Howard. Sherrie Levine's art history. October, n.101, summer 2002, p.96 -121.

ZAYAS, Marius De. Photography and photography and artistic-photography in: TRACHTENBERG, Alan (ed.). Classic essays on photography.

New Haven : Leete’s Island Books, 1980, p. 125-132.




DOI: https://doi.org/10.22409/poiesis.1217.65-76

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Cezar Bartholomeu