“Pra que usar de tanta educação para destilar terceiras intenções?” Jovens, canções e escola em questão

Anésia Gilio

Resumo


Este artigo é o resultado de um trabalho de pesquisa que investigou o que os jovens expressam, por meio das letras das músicas, a outros jovens e que a escola, ensurdecida por inúmeras intenções, parece não entender. O objetivo da análise proposta é diminuir a distância entre o que o jovem está produzindo fora da escola e o que se trabalha nela. Foram analisados questionários respondidos por 502 jovens do município de Niterói. Além de questões que visavam melhor situar o jovem no contexto da pesquisa, lhes foi solicitado que registrassem duas canções de sua preferência. As dez canções mais citadas foram analisadas. As letras das músicas com que os jovens se identificam dizem que o jovem se arrisca tanto no amor, quanto na luta política, mas entende a vida como contraditória, desigual, injusta e também bonita.


Texto completo:

Sem título


DOI: https://doi.org/10.22409/mov.v0i01.186

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Anésia Gilio

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 Fontes de indexação:

                                                                              

 

 

Apoio:

 

                                                                   

   

 

                              

 

 

 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

click counter
click counter
click counter