Piaget na terra de Lilliput: reflexões piagetianas sobre a educação Dominique Colinvaux

Dominique Colinvaux

Resumo


Este artigo aborda os estudos psicogenéticos de Jean Piaget com o objetivo de articulá-los com questões e preocupações pedagógicas. Inicia mostrando a origem dos estudos piagetianos, analisando e caracterizando os principais resultados obtidos por ele e sua equipe junto a crianças suíças das primeiras cinco décadas do século XX; delineia a dinâmica e os processos de formação/construção do conhecimento e aponta limites e possibilidades oferecidos pela interpretação piagetiana. Em seguida, discute criticamente as contribuições que se costumam derivar dos estudos piagetianos para as questões educacionais: focaliza a chamada teoria dos estágios e problematiza a noção de prontidão, frequentemente mencionada em nossos meios educacionais, sobretudo escolares. Conclui com algumas reflexões acerca dos processos de aprendizagem e formação de conhecimento, tais como ocorrem em contextos de ensino-aprendizagem.


Texto completo:

Sem título


DOI: https://doi.org/10.22409/mov.v0i01.190

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 Fontes de indexação:

                                                                              

 

 

Apoio:

 

                                                                  

   

 

                              

 

 

 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

click counter
click counter
click counter