Política de formação, avaliação e certificação dos trabalhadores em educação: novos dilemas, velhos desafios

Kátia Lima

Resumo


Este artigo tem como objetivos: a) analisar as diretrizes gerais do projeto nacional de desenvolvimento implementado pelo Governo Lula, demonstrando a possibilidade de que a imposição de uma lógica empresarial para a educação sofre um aprofundamento, na medida em que essas diretrizes apresentam uma grande afinidade política com os projetos dos organismos internacionais do capital para a periferia do capitalismo e b) demonstrar que esta lógica empresarial também está presente, resguardando as correlações de forças políticas de cada esfera, no âmbito estadual, mais especificamente nos eixos centrais articuladores do Programa Nova Escola implementado pela Secretaria Estadual de Educação – RJ.

Palavras-chave: política educacional; privatização da educação; certificação e avaliação de professores.


Texto completo:

Sem título


DOI: https://doi.org/10.22409/mov.v0i09.129

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 Fontes de indexação:

                                                                              

 

 

Apoio:

 

                                                                  

   

 

                              

 

 

 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

click counter
click counter
click counter