Escolarização de agentes indígenas de saúde e de saneamento: uma experiência de educação de jovens e adultos em aldeias guarani

Cristina Morel, Bessa Freire, Solange Oliveira, Armando Barros, Bernadete Söhsten, Pedro Filho

Resumo


O artigo aborda a escolarização dos agentes de saúde e de saneamento, pertencentes às aldeias guarani de Itaxi, Araponga, Sapukai e Rio Pequeno, no litoral sul fluminense, entre Agra dos Reis e Paraty. O texto analisa a opção pela Educação de Jovens e Adultos (EJA), em regime presencial e semipresencial, a parceria interinstitucional, o desenho curricular, fundado no Referencial Nacional para as Escolas Indígenas (RCNEI_MEC), e o recurso a diferentes linguagens e a ênfase em Saúde e Meio Ambiente. O artigo reflete ainda sobre os desafios de produção de materiais paradidáticos a partir das necessidades locais.

Palavras-chave: EJA; guarani; educação.


Texto completo:

Sem título


DOI: https://doi.org/10.22409/mov.v0i12.157

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Cristina Morel, Bessa Freire, Solange Oliveira, Armando Barros, Bernadete Söhsten, Pedro Filho

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 Fontes de indexação:

                                                                              

 

 

Apoio:

 

                                                                   

   

 

                              

 

 

 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

click counter
click counter
click counter