Dilatações do tempo em peças do teatro brasileiro moderno: Vestido de Noiva, A Moratória e Auto da Compadecida

Autores

  • Alice Carvalho Diniz Leite Universidade Federal de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.22409/cadletrasuff.2020n60a719

Palavras-chave:

Literatura, Estudos de Literatura.

Resumo

Resumo: Este artigo investiga dilatações do tempo frequentes em três obras modernas do teatro brasileiro: Vestido de Noiva, de Nelson Rodrigues; A Moratória, de Jorge Andrade; Auto da Compadecida, de Ariano Suassuna. Compreendem-se como expansão temporal os processos de abarcar, em textos dramáticos, não apenas o presente da ação, mas também acontecimentos pretéritos e/ou situações ocorridas em mundos oníricos.

Palavras-chave: Teatro Moderno; Dramaturgia Brasileira; Tempo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alice Carvalho Diniz Leite, Universidade Federal de Minas Gerais

Doutoranda em Estudos Literários pela Universidade Federal de Minas Gerais. Orientada pela professora doutora Tereza Virgínia Ribeiro Barbosa. Pesquisadora da literatura teatral brasileira, principalmente, da dramaturgia de Millôr Fernandes. Mestra em Estudos Literários pela Universidade Federal de Minas Gerais. Dissertação concluída, em 2018, com o título: A NECESSIDADE TORNA O RACIOCÍNIO ELÁSTICO: Análise dos textos dramáticos "Um elefante no caos" e "Flávia, cabeça, tronco e membros", de Millôr Fernandes. Foi bolsista de mestrado (Capes). Possui Graduação em Letras pela Universidade de Brasília (2012).

Referências

ANDRADE, Jorge. A Moratória. In: ANDRADE, Jorge. Marta, a árvore e o relógio. São Paulo, SP: Perspectiva, 1986, p. 117-187.
______. Marta, a árvore e o relógio. São Paulo, SP: Perspectiva, 1986.
ARISTÓTELES. Poética. 8. ed. Tradução de Eudoro de Souza. Lisboa, Portugal: Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 2008.
MAGALDI, Sábato. Panorama do teatro brasileiro. São Paulo: Global, 2004.
MEDEIROS, Elen de. Um teatro bagunça: o drama moderno brasileiro em perspectiva. Curitiba: Editora Prismas, 2017.
PRADO, Décio Almeida de. Apresentação do teatro brasileiro moderno. São Paulo: Perspectiva, 2001.
RODRIGUES, Nelson. Vestido de noiva. 2. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2004.
ROUBINE, Jean-Jacques. Introdução às grandes teorias do teatro. Tradução de André Telles. Rio de Janeiro: Zahar, 2003.
SARRAZAC, Jean-Pierre. Poética do drama moderno: de Ibsen a Koltès. Tradução de Newton Cunha, J. Guinsburg, Sônia Azevedo. São Paulo: Perspectiva, 2017.
SOUZA, Roberto Acízelo de. Teoria da Literatura. 5. ed. São Paulo: Ática, 1995.
SUASSUNA, Ariano. Auto da Compadecida. Rio de Janeiro: Agir, 2004.
SZONDI, Peter. Teoria do drama moderno [1880-1950]. Tradução de Luiz Sérgio Rêpa. São Paulo: Cosac & Naify Edições, 2001.

Downloads

Publicado

2020-07-16