Notícias

Acompanhe aqui as chamadas para publicação.
  • Número 67 - Mulheres que traduzem clássicos

    2022-10-24

    A partir da experiência do ato tradutório, o número 67 dos Cadernos de Letras da UFF convida pesquisadoras dos Estudos Clássicos – Filosofia, História/Arqueologia, Literatura – à submissão de artigos que discutam os embates e caminhos da tradução de textos em grego e latim. Pretende-se dar visibilidade a debates acerca da formação de tradutoras de textos da Antiguidade na universidade, por meio de práticas docentes que estimulem o exercício da tradução. Também serão bem-vindos artigos que abordem a viabilização de projetos tradutórios, a saber, múltiplos meios de financiamento, desafios de inserção no mercado editorial brasileiro, bem como textos que problematizem os percursos capazes de espelhar a identidade intelectual dessas mulheres. Este número faz eco ao evento “Mulheres que traduzem clássicos”, realizado em outubro de 2022 na UFF

    Organização: Alice Bitencourt Haddad (UFF), Maria Fernanda Gárbero (UFRRJ) e Renata Cazarini de Freitas (UFF

    Submissão: dezembro/2022 – agosto/2023

    Publicação: dezembro/2023

     

    Saiba mais sobre Número 67 - Mulheres que traduzem clássicos
  • Número 66 - Literatura e Necropolítica - Publicação em agosto/2023

    2022-10-20

    Como literatura e necropolítica se aproximam? De que maneira a literatura problematiza a necropolítica e suas tecnologias? O presente número procura congregar ensaios e artigos que investiguem processos autorais nos quais se desenvolva ou a representação ou o testemunho das práticas necropolíticas, a saber, a ampliação da precariedade e da vulnerabilidade, a exploração da violência sobre os corpos (e subjetividades) dissidentes, os silenciamentos, os memoricídios, o estímulo às lógicas das distopias e outras estratégias das formas contemporâneas de guerra. Com efeito, também nos interessa receber textos acadêmicos capazes de pensar (crítica e teoricamente) quando e como, no literário, comparecem modos de enfrentar as políticas da morte por meio de contragolpes, insurgências, coletivos, revoltas, sonhos, erotismos, heterotopias.

    Organização: Profa. Ana Rita Santiago (UNEB/ UFRB) e Profa. Tatiana Pequeno (UFF)

    Submissão: agosto/22 - dezembro/22

    Publicação: agosto/23

    Saiba mais sobre Número 66 - Literatura e Necropolítica - Publicação em agosto/2023