Revista Cantareira

A Cantareira é um periódico semestral organizado pelo corpo discente do Instituto de História da Universidade Federal Fluminense e recebe trabalhos inéditos, teóricos ou empíricos, que contribuam para o desenvolvimento da pesquisa no campo historiográfico. Além das contribuições para o Dossiê Temático, a revista recebe artigos, resenhas e transcrições documentais em fluxo contínuo.

 

Notícias

 

Chamada para publicação de artigo em Dossiê Temático "Mundos do Trabalho" (n. 34, jan. 2020)

 

Revista Cantareira, edição nº 34 (jan. 2020)

Dossiê: Mundos do Trabalho

Organizadores: Clarisse Pereira (PPGH/UFF) e Heliene Nagasava (CPDOC/FGV)

Prazo de recepção dos trabalhos: 20 de julho de 2020

O campo de pesquisa dos Mundos do Trabalho sofreu, nos últimos anos, uma renovação. As mudanças sociais que desde pelo menos a última década do século XX afetam as relações de trabalho impactaram as pesquisas sobre esta temática e fez surgir novas discussões historiográficas. As discrepâncias salariais entre homens e mulheres, brancos e negros, o assédio no ambiente de trabalho, as alterações na legislação trabalhista e a perda de direitos, o processo de superexploração e o trabalho análogo ao de escravo, assim como o relacionamento institucional com órgãos internacionais, como a Organização Internacional do Trabalho, são evidências da relevância do tema e da necessidade de aprofundamento de seus estudos.

Se inicialmente a História Social do Trabalho estava centrada na compreensão da organização sindical, partidos políticos e relações entre os trabalhadores e os empregadores (especialmente nos trabalhadores homens, urbanos e fabris), hoje, ela ampliou o escopo das suas temáticas e temporalidades. O campo de estudo passou a se preocupar em entender a experiência dos trabalhadores na sua multiplicidade, considerando marcadores como gênero, etnicidade, raça, nacionalidade e regionalidade, geração, pertencimento religioso e orientação sexual. Neste sentido, as experiências dos trabalhadores são levadas em consideração pelos estudos e são conectadas a outros processos históricos. Questionar como o gênero afeta o exercício do trabalho ou como a regionalidade marca divisões e acesso a oportunidades, por exemplo, são caminhos fundamentais para a produção de uma historiografia que dê conta da diversidade dos Mundos do Trabalho. As novas pesquisas mostram que, para além de diferentes fontes, é essencial fazer diferentes perguntas aos documentos. Para olhar para pessoas e relações que não foram evidenciadas pela historiografia tradicional é preciso questionar e quebrar o olhar naturalizado. É necessário olhar para as diferentes estratégias de luta e sobrevivência construídas pelos trabalhadores e trabalhadoras.

Diante da pluralidade do campo, o dossiê Mundos do Trabalho abre chamada para trabalhos que busquem discutir as diferentes experiências históricas do trabalho, trabalhadores e seus marcadores sociais, as formas de produção, seus espaços de sociabilidade e cultura, e sua organização de classe e participação política, assim como o seu relacionamento com as instituições, em períodos democráticos ou ditatoriais.

A Revista Cantareira – periódico do corpo discente da Universidade Federal Fluminense – convida, então, à chamada de artigos para a sua 34ª edição. Aos que tiverem interesse em colaborar, as normas e processo para publicação estão elencadas nas Diretrizes para os autores.

Os artigos para o dossiê, assim como as demais contribuições, devem ser enviados, exclusivamente, via sistema OJS.

 
Publicado: 2020-03-29 Mais...
 

Próximas edições: dossiês temáticos

 

A Comissão Editorial informa ao público e aos demais interessados que as próximas edições da Revista contarão com dois dossiês temáticos:

  • Fascismos e novas direitas (N. 33, jul.-dez. 2020. Recepção dos textos até 20 de fevereiro)
Organizadoras:Bárbara Aragon (PPGH/UFF) e Milene de Figueiredo (PPGH/PUC-RS)
  • Mundos do Trabalho (N. 34, jan.-jun. 2021. Recepção dos textos entre junho e julho de 2020)
Organizadoras: Clarisse Pereira (PPGH/UFF) e Heliene Nagasava (CPDOC/FGV)

Em breve publicaremos o cronograma para envio dos textos, como também as orientações gerais. Reforçamos que os trabalhos devem seguir as Diretrizes para os Autores, cf. informado em momento anterior.

Se já está a rascunhar um texto, deixe-o preparado!

Recordamos que o fluxo contínuo não tem prazo determinado para submissão.

Atenciosamente,

Comissão Editorial

 
Publicado: 2020-02-10 Mais...
 

Revista Cantareira | Faça sua inscrição em nosso site e não perca nenhuma novidade

 

Quer estar sempre atento às novidades da Cantareira? Não deixe, então, de fazer sua inscrição em nosso site.

Simples, rápido e fácil, o cadastro na plataforma do periódico permite que você seja sempre avisado quando das nossas publicações, chamadas e outras notícias. Nesse espaço, ademais, doutorandos e doutores podem assinalar suas linhas e objetos de investigação, com a devida marcação da categoria de “avaliador”. Assim, além de ampliar nossa base de dados de pareceristas, poderemos traçar uma radiografia dos pesquisadores mais afeitos ao fascículo.

Não deixe para mais tarde! O cadastro não leva mais do que três minutos.

Basta clicar em http://periodicos.uff.br/cantareira/user/register e preencher as informações. Lembre-se que, após a submissão da inscrição, as informações poderão ser editadas facilmente.

 
Publicado: 2020-01-02 Mais...
 
Outras notícias...

n. 33 (2020): Fascismos e novas direitas

Em um contexto de crescimento de movimentos de extrema-direita pelo globo, as temáticas dos fascismos e das novas direitas vêm ganhando cada vez mais destaque e relevância nos debates acadêmicos.  Seria o fascismo uma atitude desviante? Uma doença? Uma anomalia do sistema? Um retorno nostálgico a um passado "glorioso"? Além disso, seriam todas as direitas mais radicais, fascistas? Esta discussão foi objeto de grandes nomes dentro da historiografia e das ciências humanas e sociais, como Leandro Konder, Daniel Guerin, Ian Kershaw, William Reich, Antônio Gramsci, Umberto Eco, Hannah Arendt, Robert Paxtone e até mesmo, José Carlos Mariátegui. Cada um, a partir de diferentes abordagens –aproximadas ou discordantes –, elaboraram as suas perspectivas muitas vezes ancorados nas questões anteriormente apontadas.

[...]

O dossiê Fascismos e Novas direitas, nesta edição da Revista Cantareira, nasceu em meio à pandemia do coronavírus (COVID-19), uma crise sanitária internacional que,  no contexto brasileiro, ganha o reforço de um Estado suicidário, para fazer menção às palavras de Vladimir Safatle. Como em outros governos – que vêm demonstrando uma preocupação desproporcional com a Economia –, o Brasil pretere a vida humana em nome de uma pretensa preocupação com os números.  O intuito, portanto, é contribuir com a análise de acontecimentos recentes, discussões teóricas pertinentes e recuperação histórica das ciências humanas em geral, essenciais para a compreensão crítica do mundo em que vivemos.  Através das ilações dos nossos autores, percebemos que não somente há um avanço fascista na política mundial, mas um intento de consolidar uma narrativa conservadora sobre a sociedade civil e a política, bem como das organizações alternativas mais conservadoras. Estes aspectos não são uma novidade do século XXI; tampouco, algo exclusivo ao século passado. 

Sumário

Apresentação

Fascismos e novas direitas
Bárbara Aragon, Milene Moraes de Figueiredo
PDF

Dossiê Temático

Karina Fonseca Soares Rezende
PDF
Luiz Paulo Araújo Magalhães
PDF
Breno Cesar de Oliveira Góes
PDF
Eduardo Cristiano Hass da Silva, Gabbiana Clamer Fonseca Falavigna dos Reis
PDF
Giovane Matheus Camargo, Pedro Rodolfo Bodê de Moraes, Pablo Ornelas Rosa
PDF

Entrevista

Sergio Schargel
PDF
Entrevista com Fulvia Zega (Università Ca'Foscari Venezia - Itália) e Tatiana Poggi (Universidade Federal Fluminense -Brasil)
Bárbara Aragon, Milene Moraes de Figueiredo
PDF

Artigos Livres

Caio Rodrigues Schechner
PDF
Rafael Saraiva Lapuente
PDF
Rodrigo Rocha Oliveira
PDF

Transcrições

Comentários acerca da criação da UPA e o processo de sucessão do Reino do Kongo
Bruno Pastre Maximo
PDF