Sakharov e os métodos para pesquisa da formação de conceitos

Gisele Toassa, Achilles Delari Júnior

Resumo


Este texto apresenta e estuda a primeira tradução para a língua portuguesa de “Sobre métodos para pesquisa de conceitos” (1928), de Sakharov, texto clássico da psicologia histórico-cultural. Em quatro partes, esclarecemos: as opções de tradução realizadas e as relações entre o autor e seu tempo; a discussão sobre métodos de pesquisa de conceitos/talento intelectual, envolvendo análise do objeto, material e procedimentos de investigação de Sakharov em relação com a obra vigotskiana. Debatemos também as críticas, replicações e repercussões do método funcional da dupla estimulação (ou método de Sakharov), apresentado na tradução.


Palavras-chave


método funcional da dupla estimulação; formação de conceitos; método de Sakharov; psicologia histórico-cultural; Leonid Solomonovich Sakharov (1900-1928)

Texto completo:

PDF

Referências


ACH, N. Über die Begriffsbildung: eine experimmentelle Untersuchung. Bamberg: C. C. Büchners Verlag, 1921.

COMITÊ CENTRAL DO PARTIDO COMUNISTA DA URSS. Resolução do CC do PCR (b), de 4 de julho de 1936. Sobre as deturpações pedológicas no sistema do Narkompros. 1936. In: PRESTES, Z. Quando não é quase a mesma coisa: análise de traduções de Lev Semionovitch Vigotski no Brasil, repercussões no campo educacional. Tese (Doutorado)__Universidade de Brasília, Brasília, 2010. Anexo 2, p. 205-208.

FARR, R. As raízes da psicologia social moderna. Petrópolis: Vozes, 1998.

FODOR, J. Some reflections on LS Vygotsky’s Thought and Language. Cognition, p. 83-95,1972.

JAKOBSON, R. A geração que esbanjou seus poetas (1930). São Paulo: Cosac Naify, 2006.

PRESTES, Z. R. Quando não é quase a mesma coisa: análise de traduções de Lev Semionovitch Vigotski no Brasil - repercussões no campo educacional. 2010. Tese (Doutorado)__Faculdade de Educação da Universidade de Brasília, Brasília, 2010.

SAKHAROV, L. S. Obrazovanie ponjatij u umstvenno-otstalykhdetej (Referat) (“A formação de conceitos em crianças mentalmente retardadas” (uma sinopse). Voprosy Defektologuii, n. 2, p. 24-33, 1928.

SAKHAROV, L. S. Sobre métodos para pesquisa de conceitos. Fractal: Revista de Psicologia, Niterói, v. 25, n. 3, p. 695-724, set./dez. 2013.

SAKHAROV, L. S. Methods for investigating concepts (1930). In: VEER, R. van der; VALSINER, J. (Ed.). The Vygotsky Reader. Oxford, UK: Blackwell, 1994. p. 73-98.

SAKHAROV, L.S. O metodakh issledovaniya ponyatii. Kulturno-istoritcheskaia psikhologuiya // Cultural-HistoricalPsychology. n. 2, p. 32-47, 2006. Disponível em: . Acesso em: 10 jan. 2012.

TEIXEIRA, E. Vigotski e o materialismo dialético: uma introdução aos fundamentos filosóficos da psicologia histórico-cultural. Pato Branco, PR: FADEP, 2005.

TOWSEY, P. In search of Vygotsky’s blocks: exploring CEV, BIK, MUR, and LAG in South Africa. Md Dissertation. Faculty of The Humanities, University of The Witwatersrand, 2006. Disponível em: . Acesso em: 23 jan. 2013.

VALSINER, J. Developmental psychology in the Soviet Union. Brighton, Sussex: Harvester, 1988.

VEER, R. van der. Notes. In: VEER, R. van der; VALSINER, J. (Ed.). The Vygotsky Reader. Oxford, UK: Blackwell, 1994. p. 26-27.

VEER, R. van der; VALSINER, J. Vygotsky: uma síntese. São Paulo: Loyola/Unimarco, 2001.

VIGOTSKI, L. S. Pedagoguítcheskaya Psikhológuiya (Psicologia Pedagógica) (1926). Moskva: Pedagoguika, 1991.

VIGOTSKI, L. S. O desenvolvimento psicológico na infância (1932). São Paulo: Martins Fontes, 1999.

VIGOTSKI, L. S. A construção do pensamento e da linguagem (1934). São Paulo: Martins Fontes, 2001.

VIGOTSKI, L. S. Psicologia Pedagógica (1926). Porto Alegre, RS: Artmed, 2003.

VYGOTSKI, L. S. El desarrollo del pensamiento del adolescente y la formación de conceptos (1931). In: ______. Obras escogidas. 2. ed. Madrid: Visor y Antonio Machado Libros, 2006a. Tomo IV, p. 47-116.

VYGOTSKI, L. S. Obras escogidas (Psicologia Infantil). 2. ed. Madrid: Visor y Antonio Machado Libros, 2006b. Tomo IV.

VYGOTSKI, L.S. El problema de la edad (1932-1934). In: ______. Obras escogidas. 2. ed. Madrid: Visor y Antonio Machado Libros, 2006c. Tomo IV, p. 251-273.

VYGOTSKY, L.S. Pensamento e linguagem (ANO). São Paulo: Martins Fontes, 1991.

VYGOTSKY, L.S. Thought in schizophrenia (1934). VALSINER, J. (Ed). The Vygotsky reader. Oxford, UK: Blackwell, 1994. p. 313-326.

VYGOTSKY, L. S; LURIA, A. R. Estudos sobre a história do comportamento: o macaco, o primitivo e a criança (1930). Porto Alegre: Artes Médicas, 1996.

YASNITSKY, A. Vygotsky Circle during the decade of 1931-1941: toward an integrative science of mind, brain, and education. 2009. PhD thesis, University of Toronto, Toronto, 2009.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Creative Commons License
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

 

Apoio:



Indexadores:



Arquivamento:



Facebook: