O poder de normalização e a produção do indivíduo perigoso

Gabriel Lacerda de Resende, Rosane Azevedo Neves da Silva

Resumo


Partindo da análise de prontuários de internação de crianças e adolescentes no Hospital Psiquiátrico São Pedro, em Porto Alegre, observa-se, nos motivos de internação, componentes essencialmente morais, sem uma relação específica com os diagnósticos. Tomando essa discrepância em análise, resgata-se, na obra de Michel Foucault, elementos que permitem a construção do conceito de “poder de normalização”. Utilizando tal ferramenta conceitual, opera-se uma genealogia dos saberes e técnicas que fazem da internação psiquiátrica uma operação repleta de componentes morais, atentando para as forças que constituem esse campo no Hospital Psiquiátrico São Pedro.


Palavras-chave


história da psiquiatria; poder de normalização; indivíduo perigoso

Texto completo:

PDF

Referências


AGAMBEN, G. Homo Sacer: o poder soberano e a vida nua. Belo Horizonte: UFMG, 2010. v. 1.

CAPONI, S. Loucos e degenerados: uma genealogia da psiquiatria ampliada. Rio de Janeiro: Fiocruz, 2012.

DELEUZE, G.; GUATTARI, F. O que é a filosofia? Rio de Janeiro: Editora 34, 1992.

FOUCAULT, M. História da sexualidade: a vontade de saber. Rio de Janeiro: Graal, 1982. v. 1.

FOUCAULT, M. O nascimento da medicina social. In: MACHADO, R. (Org.). Microfísica do poder. 4. ed. Rio de Janeiro: Graal, 1984. p. 79-98.

FOUCAULT, M. Nietzsche, a genealogia e a história. In: MACHADO, R. (Org.). Microfísica do poder. Rio de Janeiro: Graal, 1998. p. 15-37.

FOUCAULT, M. A vida dos homens infames. In: MOTTA, M. B. da (Org.). Estratégia, Poder-Saber. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2006a. Coleção Ditos & Escritos, v. 4, p. 203-222.

FOUCAULT, M. A evolução da noção de ‘indivíduo perigoso’ na Psiquiatria Legal do século XIX (1978). In: MOTTA, M. B. da (Org.). Ética, Sexualidade, Política. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2006b. Coleção Ditos & Escritos, v. 5, p. 1-25.

FOUCAULT, M. Segurança, território e população. São Paulo: Martins Fontes, 2009.

FOUCAULT, M. Os Anormais. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2010.

IRREVERSÍVEL. Diretor: Gaspar Noé. França: 120 Films et al., 2002. 1 DVD.

LIMA BARRETO, A. H. Diário do hospício; O cemitério dos vivos. São Paulo: Cosac Naify, 2010.

SANDER, J. A caixa de ferramentas de Michel Foucault, a reforma psiquiátrica e os desafios contemporâneos. Psicologia & Sociedade, v. 22, n. 2, p. 382-387, maio/ago. 2010. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/psoc/v22n2/19.pdf. Acesso em: 22 jul. 2013.

VASCONCELLOS, C. T. D. V.; VASCONCELLOS, S. J. L. A doença mental feminina em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, (1870-1910). Cad. Saúde Pública, v. 23, n. 5, p. 1041-1049, mai. 2007. CrossRef

WADI, Y. M. Palácio para guardar doidos: uma história das lutas pela construção do hospital de alienados e da psiquiatria no Rio Grande do Sul. Porto Alegre: UFRGS, 2002.

ZAMBENEDETTI, G.; SILVA, R. N. Cartografia e genealogia: aproximações possíveis para a pesquisa em psicologia social. Psicologia & Sociedade, v. 23, n. 3, p. 454-463, set./dez. 2011. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-71822011000300002. Acesso em: 22 jul. 2013.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Creative Commons License
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

 

Apoio:



Indexadores:



Arquivamento:



Facebook: