Posições, competências e funções da tradução literária

Alba Olmi

Resumo


Este artigo se propõe a considerar algumas posições teóricas da tradução literária que situam a processo tradutório dentro de um conjunto de competências, objetivos e funções, desmistificando assim a caráter meramente reprodutivo que lhe foi atribuído no passado. Ao mesmo tempo, destaca-se a autonomia da tradução literária e seu papel histórico, político e cultural que propicia o questionamento do cânone ocidental num contexto pós-colonial. Outro aspecto considerado foi a papel relevante da visibilidade do tradutor como mediador cultural.


Palavras-chave


Tradução literária; Políticas tradutórias; Translation studies; Visibilidade do tradutor.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 


A Gragoatá é uma revista dos Programas de Pós-graduação em Letras da UFF:

Ir para Pós Estudos de Linguagem Ir para Pós Estudos de Literatura


ISSN (impresso) 1413-9073 - de 1996 a 2013
ISSN (online) 2358-4114 - de 2014 em diante


A Gragoatá está indexada nas seguintes bases:

Portal de Periódicos da UFF

Latindex Porbase Google Acadêmico Diadorim Periódicos Capes EZB DOAJ Sumários.Org ErihPlus


Licença Creative Commons
A Gragoatá utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.