Economia solidária

Um estudo de caso da Cooperativa Agropecuária Global de Brejo Grande no município de Campos dos Goytacazes

Autores

  • Lucas Dantas de Alcantara Universidade Federal Fluminense https://orcid.org/0000-0003-4008-036X
  • Cristiano Souza Marins Universidade Federal Fluminense.
  • Rodrigo Resende Ramos Universidade Fernando Pessoa - UFP
  • Joselane da Silva Anastácio Universidade Estácio de Sá
  • Álvaro Gonçalves De Barros Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro

Palavras-chave:

Economia Solidária, Empreendimentos Solidários, Cooperativa Agropecuária de Brejo Grande, Campos dos Goytacazes

Resumo

O início do século XXI trouxe novas reflexões sobre o trabalho como elemento de inserção social e cidadania. A Revolução Industrial redefine as relações de trabalho instaurando um sistema capitalista de produção que consequente levou à precarização do trabalho. Empreendimentos de cunho coletivo, remunerados ou não, com objetivo de manter empregos ou criar novos, começaram então a ser pensados e implementados dentro de uma proposta diferente do chamado cooperativismo. Abrangendo diversos setores produtivos e envolvendo as mais diversas categorias de trabalhadores, o que esses empreendimentos apresentavam em comum era a estruturação do embrião do que hoje se conhece como economia solidária. Neste trabalho pretende-se analisar os desafios, dificuldades e possíveis benefícios da economia solidária enquanto campo de práticas econômicas que compreendem a noção de responsabilidade social e ambiental, justiça e equidade, por meio de um estudo de caso da Cooperativa Agropecuária de Brejo Grande, no município de Campos dos Goytacazes, no estado do Rio de Janeiro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lucas Dantas de Alcantara, Universidade Federal Fluminense

Bacharel em Ciências econômias pela Universiade Federal Fluminense e pós graduado em gestão de negócios pela Fundação Getúlio Vargas

Cristiano Souza Marins, Universidade Federal Fluminense.

Professor Adjunto do curso de Ciências Econômicas  e Administração Pública (semi-presencial) da Universidade Federal Fluminense. Graduado em Administração pela UFF, mestre em Engenharia de produção pela UENF e doutor em Engenharia de Transportes pela COPPE/UFRJ. É professor adjunto do curso presencial de Economia e do curso semi-presencial de Administração Pública da UFF. Atua na área de gestão de operações e logística, mobilidade urbana e transporte sustentável.

Rodrigo Resende Ramos, Universidade Fernando Pessoa - UFP

Professor de contabilidade e controladoria do departamento de economia da Universidade Federal Fluminense - UFF e professor do curso de administração pública do Centro de Educação a Distância do Estado de Rio de Janeiro - CEDERJ/UAB. Graduado em Ciências Contábeis pela UCAM (1999), pos-graduado em gestão pública pela ESAB (2009), pós-graduado em gestão pública municipal pela UFF (2010), pós-graduado em controladoria de gestão pública pela UCAM (2011), mestre em engenharia de produção pela Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro - UENF (2003) e doutoramento em ciências da informação, na especialidade de sistemas, tecnologias e gestão da informação, na Universidade Fernando Pessoa - UFP, em Porto - Portugal. Experiência acadêmica em ensino superior (presencial e EAD), prática na área governamental em controladoria na gestão pública, gestão fazendária, apoio às decisões na administração de empresas públicas e privadas. 

Joselane da Silva Anastácio, Universidade Estácio de Sá

Graduada em Letras pela Universidade Estácio de Sá e Normal Superior pela Fundação de Apoio à Escola Técnica do Estado do Rio de Janeiro

Álvaro Gonçalves De Barros, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro

Mestre em Ciências da Educação. Especialista em Redes de Computadores. Especialista em Produção e Sistemas. Especialista em Novas Tecnologias na Educação. Graduado em Redes de Computadores e Internet. Professor efetivo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro. Instrutor IT Essentials e CCNA da Cisco Academy. Responsável pela Cisco Academy do IFRJ Campus Arraial do Cabo e da UENF. Coordenador do setor de Suporte em TI do IFRJ Campus Arraial do Cabo. Experiência em Redes de Computadores, Sistemas Operacionais, Arquitetura de Computadores e demais áreas de TI. Atua com Educação a Distância com grande experiência em Ambientes Virtuais de Aprendizagem.

Referências

BRASIL, Ministério do Trabalho e Emprego. Secretaria Nacional de economia solidária. Economia solidária, outra economia acontece: Cartilha da Campanha Nacional de Mobilização Social – Brasília: MTE, SENAES, FBES, 2007. 36 p. Disponível em http://acesso.mte.gov.br/data/files/FF8080812B59B49C012B5DD948C22F07/impresso3_cartilha_32pg_web.pdf. Acesso em 07 de julho de 2016.

BRASIL, MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO. SECRETARIA DE ESTADO DE TRABALHO E RENDA. OBSERVATÓRIO DE EMPREGO E RENDA. Cadastro geral de empregados e desempregados CAGED – lei 4.923/65. Síntese do comportamento do mercado de trabalho formal Brasil – fev. 2016. 2016ª. 18 p.

BRASIL, Ministério do Trabalho e Emprego. Secretaria de Estado de Trabalho e Renda. Observatório de Emprego e Renda. Cadastro geral de empregados e desempregados CAGED – lei 4.923/65. Síntese do comportamento do mercado de trabalho formal Rio de Janeiro, fev. 2016. 2016b. 7 p.

CORAGGIO, J. L. Da economia dos setores populares à economia do trabalho. In: KRAYCHETE, G; LARA, F.; COSTA, B (orgs). Economia dos setores populares: entre a realidade e a utopia. Petrópolis: Editora Vozes, 2000. p. 91-131.

CRUZ, J. L. V. Os desafios na região brasileira do petróleo. In: Senac. (org.). Brasil, o desafio da diversidade: experiências de desenvolvimento regional. Rio de Janeiro: Senac, 2005. p. 49-104. Boletim Técnico

GAIGER, Luiz (org.) Sentidos e experiências de economia solidária, Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2004.

HOBSBAWN E. J. Da revolução Industrial Inglesa ao Imperialismo. Editora: Forense Universitaria, 2003.

LIMA, J. C. et al. Empreendimentos urbanos de economia solidária: alternativa de emprego ou política de inserção social? Revista Sociologia & Antropologia, v.1., n. 2, p. 119 – 146, 2011.

MIGUEL, P. A. C. Estudo de caso na administração: estruturação e recomendações para sua condução. Produção, v. 17, n. 1, p.216-229, jan./abr. 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/prod/v17n1/14.pdf. Acesso em: 2 ago. 2019.

PINHEIRO, L. I. F. Políticas públicas de apoio à economia solidária como alternativa para o desenvolvimento local no Brasil. Observatório Ibero-americano del Desarrollo Local y la Economía Social. Grupo EUMED.NET, Universidade de Málaga, ano 4, n.8, jun. 2010.

QUAINO, L. 2º maior PIB industrial do país, Campos, RJ, “importa” trabalhadores. Portal G1. 2014. Disponível em http://g1.globo.com/economia/noticia/2014/01/2-maior-pib-industrial-do-pais-campos-rj-importa-trabalhadores.html. Acesso em: 15 jul. de 2016

RANGEL, R. R; MANOLESCU, F. M. K. Economia solidária pela perspectiva histórico-teórica. Educação, Gestão e Sociedade. Revista da Faculdade Eça de Queirós, v. 2, n. 8, dez. 2012. Disponível em: www.faceq.edu.br/regs. Acesso em: 1 jul. 2016.

SENAES. Atlas de economia solidária no Brasil 2013. Brasília: MTE, SENAES, 2013.

SILVA, M.S.D. et al. A economia solidária e a UFRR: um olhar nos empreendimentos solidários em Roraima. Disponível em: http://ufrr.br/itcpes/images/pdf/Um_olhar_nos_empreendimentos_solidarios_em_Roraima.pdf. Acesso em: 5 jul 2016.

SINGER, P. Economia solidária: um modo de produção e distribuição In: SINGER, P.; SOUZA, A.R. (orgs). A economia solidária no Brasil. São Paulo: Editora Contexto, 2000, p. 11-28.

SOUZA, N.J. Desenvolvimento econômico. 4. ed. São Paulo: Atlas, 1999.

STELLET, G. V. A.; BORBA, R. C. Campos dos Goytacazes: cidade dos contrastes – um estudo da paradoxal realidade socioeconômica do município fluminense. In: ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDOS POPULACIONAIS, 14, 2008, Caxambu. Anais [...] Caxambu: 2008.

VERONESE. Subjetividade, trabalho e economia solidária. Revista Crítica de Ciências Sociais, n. 84, mar. 2009, p. 153-167

Downloads

Publicado

2020-12-19

Como Citar

Alcantara, L. D. de, Marins, C. S., Ramos, R. R., Anastácio, J. da S., & De Barros, Álvaro G. (2020). Economia solidária: Um estudo de caso da Cooperativa Agropecuária Global de Brejo Grande no município de Campos dos Goytacazes. Mundo Livre: Revista Multidisciplinar, 6(2), 216-231. Recuperado de https://periodicos.uff.br/mundolivre/article/view/41114

Edição

Seção

Artigos