Notícias

  • Chamada para submissão de artigos em dois dossiês: 24-a e 24-b (vejam a seguir) - PRORROGADO ATÉ 31/08/2022

    2022-04-01

    Para a edição de março de 2023 temos dois dossiê abertos (24-a ; 24-b), além do recebimento de artigos em Fluxo Contínuo.

    O dossiê 24-a: Violência contra as Mulheres nas narrativas midiáticas tem editoria das pesquisadoras Linda Rubim, Adriana Jacob e Fernanda Argolo, todas integrantes do CULT - Centro de Estudos Multidisciplinares da Cultura da Universidade Federal da Bahia.

    O dossiê 24-b: Gestão Cultural e Diversidade tem editoria de Laura Bezerra (UFRB), Luana Vilutis (Observatório da Diversidade Cultural/ODC e FLACSO/Brasil), Carlos Yáñez Canal (Universidad Nacional de Colombia).

     

    Os dois dossiês que integrarão a edição de março de 2023 têm o prazo para envio das colaborações é até 31 de julho de 2022.

    Destacamos que as normas editoriais de nosso periódico indicam a necessidade dos artigos serem de autoria de pesquisadores doutores, ao menos um dos autores, e que todos os autores e coautores estejam cadastrados na plataforma https://orcid.org/, e que a identificação deve constar nos dados cadastrados na plataforma.

    As diretrizes para autores(as) encontram-se no seguinte link: https://periodicos.uff.br/pragmatizes/about/submissions

     

    A seguir, detalhamento sobre os dossiês:

    1. Chamado ao Dossiê 24-a: Violência contra as Mulheres nas narrativas midiáticas

    O foco são as violências contra a mulher exacerbadas nas narrativas midiáticas, sobretudo nos tempos atuais. A crise de saúde mundial provocada pela pandemia do covid-19 exacerbou ainda mais uma série de violências contra as mulheres no Brasil, na América Latina e, de modo geral, em todos os continentes. Uma série de narrativas, seja em publicações de redes sociais, nas produções dos serviços de streaming e veículos da chamada mídia tradicional, mostram   que o contexto de adversidade global agravou a subjugação das mulheres em variados contextos econômicos, sociais e culturais. As marcas da violência contra a mulher são evidenciadas, tanto em agressões na esfera privada quanto no espaço público, inclusive  em campos emblemáticos de exercício do poder, à exemplo da política. Tal constatação poderia parecer contraditória diante dos avanços já conquistados por esse gênero, e, do protagonismo das mulheres no enfrentamento da crise. Entretanto, as representações dessa violência nos meios de comunicação fornecem indícios de que a cultura ainda naturaliza as micro e macro agressões cotidianas contra as mulheres. Nesse sentido, este dossiê busca contribuições inéditas que problematizem  e reflitam as relações entre cultura e violência contra a mulher a partir das narrativas midiáticas. Os trabalhos podem abordar desde as causas e formas de disseminação do problema enraizadas na cultura, bem como suas estratégias de enfrentamento.

    O dossiê Violência contra as Mulheres nas narrativas midiáticas tem editoria das pesquisadoras Linda Rubim, Adriana Jacob e Fernanda Argolo, todas integrantes do CULT - Centro de Estudos Multidisciplinares da Cultura da Universidade Federal da Bahia.

     

    1. Chamada para o Dossiê 24-b: Gestão Cultural e Diversidade

    Com atenção à diversidade das formas de gestão cultural encontradas nos países latino-americanos, este dossiê busca reflexões e experiências que sinalizem a insuficiência da racionalidade mercantil na abordagem da gestão, considerando a complexidade do alcance da cultura, do desenvolvimento e da sustentabilidade.

    Levando em consideração a profunda desigualdade que perpassa a região e o apagamento das experiências dos sujeitos historicamente excluídos, propomos debater experiências de gestão cultural que atuam no fortalecimento de laços de proximidade, das relações de confiança, do desenvolvimento territorial e da cidadania. Interessa-nos, também, investigações que problematizem o papel do Estado no fomento dessas iniciativas, que, mesmo às vezes não sendo viáveis economicamente, revelam-se sustentáveis por sua utilidade social.

    A chamada está aberta para artigos de cunho teórico e/ou apoiados em dados empíricos que contribuam para o debate sobre a diversidade das formas de gestão cultural, em especial aqueles que proponham a diversificação de referências de análise e abordagens multi/inter/transdisciplinares.

    Sugerimos para este Dossiê que os artigos enviados possam:

    - Discutir as contribuições das investigações realizadas por grupos de pesquisa ou pesquisadores/as latino-americanos/as que identificam seu trabalho no campo da Gestão e das Políticas Culturais;

    - Mapear projetos, experiências e pesquisas de grupos e organizações da sociedade civil que trabalhem com uma perspectiva plural de Gestão Cultural contemplando a abordagem comunitária, territorial e solidária.

    - Identificar especificidades dos estudos em Gestão Cultural, caso das contribuições críticas nas áreas de Ciências Sociais; Economia e Administração; Políticas Públicas; Ciências da Informação; Produção Cultural; Comunicação e Cultura; dentre outras.

    - Indicar caminhos ou perspectivas para os desafios contemporâneos da Gestão Cultural na América Latina.

    Os artigos devem ter, como mínimo, uma parte teórica ou fundamentação científica e outra parte pode reunir sistematização de experiências, entrevistas, fotografias, etc. Serão aceitos textos em português e espanhol com pelo menos um(a) autor(a) doutor(a). Todos os autores e coautores estejam cadastrados na plataforma https://orcid.org/, e que a identificação deve constar nos dados cadastrados na plataforma.O lançamento desta edição será em março de 2023, e o prazo para envio das submissões é até 31 de julho de 2022.

    O dossiê Gestão Cultural e Diversidade tem editoria de Laura Bezerra (UFRB), Luana Vilutis (Observatório da Diversidade Cultural/ODC e FLACSO/Brasil), Carlos Yáñez Canal (Universidad Nacional de Colombia).

    Saiba mais sobre Chamada para submissão de artigos em dois dossiês: 24-a e 24-b (vejam a seguir) - PRORROGADO ATÉ 31/08/2022
  • Objetivos y Perfil

    2019-10-02

     PragMATIZES Revista Latinoamericana de Estudios en Cultura (ISSN 2237-1508 on line).  Publicación semestral editada desde 2011, vinculada al Laboratório de Ações Culturais / LABAC, y al programa de posgrado en Cultura e Territorialidades / PPCULT, ambos vinculados a la Universidade Federal Fluminense (UFF).

    Busca profundizar las discusiones teóricas necesarias a una época en que tecnología, cultura y arte se entremezclan. Propone una perspectiva indisciplinar de la Cultura y de la Arte consonante con las perspectivas contemporaneas. Tiene por objetivo la divulgación de estudios en el ámbito de la cultura en América Latina a través de la publicación de análisis, comunicaciones y reseñas originales y contribuciones de carácter descriptivo e interpretativo, fundamentadas en la literatura reciente, así como artículos acerca de temas actuales o emergentes y comunicaciones breves sobre temas relevantes e inéditos. Su estructuración general abarca los artículos temáticos presentados de acuerdo con convocatorias públicas e invitaciones especiales en diálogo con lo Dossier propuesto; Artículos de flujo continuo del tema general; Revisiónes

    Saiba mais sobre Objetivos y Perfil