EM BUSCA DA INSTITUCIONALIZAÇÃO : A ADESÃO AO SISTEMA NACIONAL DE CULTURA

Alexandre Barbalho

Resumo


A presente reflexão objetiva perceber a receptividade dos governos estaduais e municipais ao Sistema Nacional de Cultura (SNC) implementado pelo Ministério da Cultura. Tal problemática se coloca na medida em que a participação dos entes federados é por adesão e prevê a participação dos mais diversos agentes sociais. Interessa acessar os discursos produzidos por esses agentes com o intuito de estabelecer algumas considerações qualitativas sobre suas participações. Para tanto, analisamos um conjunto de 234 notificações na internet sobre o SNC recolhidas entre 01 de setembro e 23 de novembro de 2013. A partir dos discursos analisados, conclui-se que houve em torno do SNC um processo de hegemonização, ou seja, de construção de uma ampla identidade social com essa política cultural, tendo o Ministério da Cultura como agente principal na articulação das diferentes posições de sujeito.

Texto completo:

PDF

Referências


Luiza Alves; CÂNDIDO, Nathalie Carvalho; OSÓRIO, Lícia Maria Teixeira. Sistema Nacional de Cultura (SNC): um reflexo da estrutura do Sistema Único de Saúde (SUS)? In: VI ENCONTRO DE ESTUDOS MULTIDISCIPLINARES EM CULTURA – ENECULT, 2011. Anais... Salvador: UFBA, 2011.

BARBALHO, Alexandre. Política cultural e Orçamento Participativo: ou as possibilidades da democracia cultural na cidade contemporânea. Políticas Culturais em Revista. Salvador: v. 5, p. 156-169, 2012.

_____. Conselhos de cultura e democracia: desafios contemporâneos. In: RUBIM, Albino; FERNANDES, Taiane; RUBIM, Iuri. (org.). Políticas culturais, democracia e conselhos de cultura. Salvador: UFBA, 2010. p. 237-254.

_____. O Orçamento Participativo e os dados da Munic Cultura 2006: o caso de Fortaleza. In: CALABRE, Lia (ORG.). Políticas culturais: reflexões e ações. São Paulo: Itaú Cultural, 2009. p. 91-104.

_____; RUBIM, Albino (org.). Políticas culturais no Brasil. Salvador: UFBA, 2007.

_____;_____; COSTA, Leonardo. Formação em organização da cultura: a situação latino-americana. Pragmatizes. Niterói: ano 2, n. 2, p. 125-149, 2012.

_____. BARROS, José Márcio; CALABRE, Lia (org.). Federalismo e políticas culturais no Brasil. Salvador: UFBA, 2013.

_____; HOLANDA, Jocastra. O partido da cultura: política cultural no Ceará na Era Lula. In: BARBALHO, Alexandre; BARROS, José Márcio; CALABRE, Lia (org.). Federalismo e políticas culturais no Brasil. Salvador: UFBA, 2013. p. 115-130.

BARROS José Márcio; MACHADO, F. B. O Acre e o Brasil: continuidades e singularidades nas políticas culturais. In: BARBALHO, Alexandre; BARROS, José Márcio; CALABRE, Lia (org.). Federalismo e políticas culturais no Brasil. Salvador: UFBA, 2013. p. 43-74.

BOSCHI, R. Descentralização, clientelismo e capital social na governança urbana: Comparando Belo Horizonte e Salvador. Dados. São Paulo: v. 42, n. 4, 1999.

Brasil. Ministério da Cultura. Oficinas do Sistema Nacional de Cultura. Brasília: Ministério da Cultura, 2006.

_____. Estruturação, Institucionalização e Implementação do Sistema Nacional de Cultura. Brasília: Ministério da Cultura, 2011a.

_____ . Metas do Plano Nacional de Cultura. Brasília: Ministério da Cultura, 2011b.

_____. III Conferência Nacional de Cultura. Texto-base. Brasília: Ministério da Cultura, 2013.

CUNHA FILHO, Francisco Humberto; RIBEIRO, Sabrina Florêncio. Federalismo brasileiro: significados para a cultura. In: BARBALHO, Alexandre; BARROS, José Márcio; CALABRE, Lia (org.). Federalismo e políticas culturais no Brasil. Salvador: UFBA, 2013. p. 13-41.

FALLETI, Tulia G. Infiltrando o Estado: a evolução da reforma da saúde no Brasil, 1964 – 1988. Estudos de sociologia. Araraquara: v.15, n.29, 201O, p.345-368.

LACLAU, Ernesto; MOUFFE, Chantal. Hegemonía y estrategia socialista. Hacia una radicalización de la democracia. Buenos Aires: Fondo de Cultura Económica, 2010.

MEMICUCCI, Telma Maria Gonçalves; BRASIL, Flávia de Paula Duque. Construção de agendas e inovações institucionais: análise comparativa da reforma sanitária e da reforma urbana. Estudos de sociologia. Araraquara: v.15, n.29, 2010, p.3469-396.

RUBIM, Albino. As Políticas Culturais e o Governo Lula. São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 2011.

_____ (org.). Políticas Culturais no Governo Lula. Salvador: UFBA, 2010.

SANTOS, Wanderley Guilherme. Cidadania e justiça. Rio de Janeiro: Campus, 1979.




DOI: https://doi.org/10.22409/pragmatizes2014.7.a10389

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




URL da licença: http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/
Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

https://labacuff.wordpress.com/

https://www.ppcultuff.com/

http://iacs.sites.uff.br/

http://uff.br/

https://www.abecbrasil.org.br/novo/

http://iacs.sites.uff.br/graduacao_producao-cultural/

https://www.facebook.com/Pragmatizes-302946063167783/

https://sfdora.org/

https://www.latindex.org/latindex/ficha?folio=22753

https://www.redib.org/recursos/Search/Results?lookfor=pragmatizes

https://doaj.org/search?source=%7B%22query%22%3A%7B%22query_string%22%3A%7B%22query%22%3A%22PragMATIZES%22%2C%22default_operator%22%3A%22AND%22%7D%7D%7D