Os processos de (re)tradicionalização e patrimonialização no carnaval dos blocos de rua no Rio de Janeiro

Marina Bay Frydberg

Resumo


O século XXI trouxe consigo a expansão do carnaval dos blocos de rua na cidade do Rio de Janeiro em proporções cada vez mais expressivas, tanto no número de blocos quanto de foliões. Inserida nesta recente valorização de brincar o carnaval, os blocos de rua na cidade do Rio de Janeiro se veem em meio a uma discussão entre o aumento da rentabilidade econômica através da mercantilização da/na festa, associada à sua profissionalização, e a valorização de práticas tradicionais de se brincar o carnaval através da discussão da sua patrimonialização. Busca-se, a partir desse panorama, compreender o processo de (re)tradicionalização pelo qual vem passando o carnaval dos blocos de rua na cidade do Rio de Janeiro. Problematizando os múltiplos significados que a noção de tradição carnavalesca tem para os diferentes agentes que organizam a festa e suas ações pela patrimonialização da festa.


Texto completo:

PDF

Referências


BAKTHIN, Mikhail. A cultura popular na Idade Média e no Renascimento. Brasília: Ed. Da UnB, 1993.

FRYDBERG, Marina Bay, EIRAS, Rebeca Eler de Carvalho. “O abre alas, que eu quero passar”: Contribuições para pensar a economia da festa através do carnaval dos blocos de rua na cidade do Rio de Janeiro. In: CASTRO, Flávia Lages de, TELLES, Mário F. De Pragmácio. Dimensões econômicas da cultura: Experiências no campo da Economia Criativa no Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Lumem Juris, 2015.

HERSCHMANN, Micael. Apontamentos sobre o crescimento do Carnaval de rua no Rio de Janeiro no início do século 21. Intercom – RBCC. São Paulo, v. 36, nº. 2, jul./dez., 2013.

HOBSBAWM, Eric. Introdução: A Invenção das Tradições. In: HOBSBAWM, Eric; RANGER, Terence. A Invenção das Tradições. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1984.

LEFEBVRE, Henry. O direito à cidade. São Paulo: Editora Moraes, 1991.

POLLAK, Michael. Memória, esquecimento, silêncio. Estudos Históricos. Rio de Janeiro, vol. 2, nº. 3, 1989.

POLLAK, Michael. Memória e Identidade Social. Estudos Históricos. Rio de Janeiro, vol. 5, nº. 10, 1992.

QUEIROZ, Maria Isaura Pereira de. Carnaval Brasileiro: O vivido e o mito. São Paulo: Brasiliense, 1999.

RIO DE JANEIRO (cidade). Decreto Nº 23.926 de 23 de janeiro de 2004. Declara Patrimônio Cultural Carioca A Banda de Ipanema. Disponível em: Acesso em: 1 fev. 2016.

RIO DE JANEIRO (cidade). Lei Nº 4.068 de 24 de maio de 2005. Declara Patrimônio Cultural do Povo Carioca o Bloco Carnavalesco Cacique de Ramos. Disponível em: Acesso em: 1 fev. 2016.

RIO DE JANEIRO (cidade). Decreto Nº 27.594 de 14 de fevereiro de 2007. Declara patrimônio cultural carioca o Cordão da Bola Preta. Disponível em: Acesso em: 1 fev. 2016.

RIO DE JANEIRO (cidade). Decreto Nº 30.453, de 09 de fevereiro de 2009. Determina as normas e procedimentos para a realização de desfiles de blocos e bandas carnavalescas no âmbito do Município do Rio de Janeiro e dá outras providências. Diário oficial do município, Rio de Janeiro, RJ, 9 fev. 2009. Disponível em: . Acesso em: 1 fev. 2016.

RIO DE JANEIRO (cidade). Decreto Nº 30.659, de 07 de maio de 2009. Dispõe sobre as normas e procedimentos para os desfiles de blocos carnavalescos no Município do Rio de Janeiro. Diário oficial do município, Rio de Janeiro, RJ, 8 mai. 2009. Disponível em: . Acesso em: 1 fev. 2016.

RIO DE JANEIRO (cidade). Decreto Nº 37.182, de 20 de maio de 2013. Dispõe sobre a Criação da “Comissão Especial de Avaliação de Blocos de Rua” na Cidade do Rio de Janeiro, e dá outras providências. Diário oficial do município, Rio de Janeiro, RJ, 21 mai. 2009. Disponível em: . Acesso em: 1 fev. 2016.

RIO DE JANEIRO (cidade). Decreto Nº 36.760, de 05 de fevereiro de 2013. Dispõe sobre a proibição da demarcação de áreas privadas nos blocos de carnaval na Cidade do Rio de Janeiro e dá outras providências. Diário oficial do município, Rio de Janeiro, RJ, 6 fev. 2013. Disponível em: < http://www.legisweb.com.br/legislacao/?id=251074>. Acesso em: 1 fev. 2016.

RIO DE JANEIRO (cidade). Decreto Nº 39.751, de 05 de fevereiro de 2015. Declara patrimônio cultural carioca o gênero musical conhecido por marchinha de carnaval. Disponível em: . Acesso em: 1 fev. 2016.

TEIXEIRA, João Gabriel L. C. Apresentação. In: TEIXEIRA, João Gabriel L. C.; GARCIA, Marcus Vinícius Carvalho; GUSMÃO, Rita. Patrimônio imaterial, performance cultural e (re)tradicionalização. Brasília: ICS-UnB, 2004.




DOI: https://doi.org/10.22409/pragmatizes2018.14.a10474

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




URL da licença: http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/
Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

https://labacuff.wordpress.com/

https://www.ppcultuff.com/

http://iacs.sites.uff.br/

http://uff.br/

https://www.abecbrasil.org.br/novo/

http://iacs.sites.uff.br/graduacao_producao-cultural/

https://www.facebook.com/Pragmatizes-302946063167783/

https://sfdora.org/

https://www.latindex.org/latindex/ficha?folio=22753

https://www.redib.org/recursos/Search/Results?lookfor=pragmatizes

https://doaj.org/search?source=%7B%22query%22%3A%7B%22query_string%22%3A%7B%22query%22%3A%22PragMATIZES%22%2C%22default_operator%22%3A%22AND%22%7D%7D%7D