Representações da violência na literatura: apontamentos para uma possível apresentação

Autores

  • Eloísa Porto C. Allevato Braem UERJ
  • Paulo S. Oliveira UERJ

DOI:

https://doi.org/10.22409/pragmatizes.v10i18.40564

Palavras-chave:

Violência, literatura, sociedade

Resumo

A violência tem se apresentado como um tema recorrente em pesquisas de estudiosos das literaturas, até porque obras de imaginação sempre se mostraram como um locus privilegiado para o estudo de diferentes temas ligados ao humano e às suas sociedades. Em virtude disso, o dossiê “Representações da Violência na Literatura” reúne e divulga pesquisas acadêmicas sobre diferentes modalidades da violência refletidas em obras literárias de variadas épocas e nacionalidades, a partir de diversificados enfoques teórico-metodológicos. São cotejadas obras desde as tebanas Édipo Rei e Antígona, de Sófocles, até Vidas secas, de Graciliano Ramos, e Infância dos mortos, de José Louzeiro, dentre muitas outras. Servem de ancoragem para os estudos obras como as de Walter Benjamin (2011), Jacques Derrida (1997), Michel Foucault (1987, 2013), Freud (2010), Friedrich Nietzsche (1998).

Biografia do Autor

Eloísa Porto C. Allevato Braem, UERJ

PROFESSORA ADJUNTA 40H UERJ FFP

DEPARTAMENTO DE LETRAS

LITERATURA PORTUGUESA

Paulo S. Oliveira, UERJ

Professor Adjunto UERJ

Referências

BENJAMIN, Walter. Para uma crítica da violência. In: ___. Escritos sobre mito e linguagem. Trad. Susana Kampff Lages; Ernani Chaves. São Paulo: Duas Cidades; Editora 34, 2011, p. 121-156.

DERRIDA, Jacques. Fuerza de ley: el “fundamento místico de la autoridade”. Trad. Adolfo Barberá; Patricio Peñalver Gómez. Madrid: Editorial Tecnos, 1997.

FOUCAULT, Michel. O corpo utópico; As heterotopias. Trad. Salma Tannus Muchail. São Paulo: n-1 Edições, 2013.

FOUCAULT, Michel. Vigiar e Punir: o nascimento da prisão. [Tradução de Raquel Ramalhete]. Petrópolis: Vozes, 1987.

FREUD, Sigmund. O mal-estar na cultura. Porto Alegre: L&PM, 2010.

KURY, Mário da Gama. Introdução. In: SÓFOCLES. A trilogia tebana: Édipo Rei, Édipo em Colono, Antígona. Trad. Maria da Gama Kury. Rio de Janeiro: Zahar, 1990, p. 7-16.

NIETZSCHE, Friedrich. Genealogia da moral: uma polêmica. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.

SÓFOCLES. A trilogia tebana: Édipo Rei, Édipo em Colono, Antígona. Trad. Maria da Gama Kury. Rio de Janeiro: Zahar, 1990.

Downloads

Publicado

2020-03-01

Edição

Seção

Dossiê 18: Representações da Violência na Literatura