A paixão de fazer: saúde mental e dispositivo grupal

Abrahão de Oliveira Santos, Douglas Egidio Gomes Nechio

Resumo


No presente trabalho, foi explorada uma experiência de estágio com usuários de um Centro de Atenção Psicossocial – CAPS II – no interior do Estado de São Paulo. Trata-se de continuar a produção da reflexão da experiência de estágio e supervisão do projeto de saúde mental realizado nesse serviço do SUS. O interesse foi pensar os efeitos do dispositivo grupal e a produção de intervenções de produção de saúde e subjetividade, na esteira das ferramentas proposta por Nietzsche, Michel Foucault, Lourau, Gilles Deleuze e Canguilhem. Por essa via, o propósito foi realizar experimentações clínicas capazes de fazer frente às necessidades colocadas pela Reforma Psiquiátrica.


Palavras-chave


Dispositivo grupo; saúde mental; promoção de saúde; subjetividade

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Creative Commons License
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

 

Apoio:



Indexadores:



Arquivamento:



Facebook: