O deôntico como manifestação do alético na psicanálise e no discurso

Fabio Elias Verdiani Tfouni

Resumo


O presente trabalho pretende tratar o interdito e o silêncio através de dos aportes teóricos da psicanálise e da Análise do Discurso pecheutiana. Essa tarefa será realizada com o uso das modalidades tanto aléticas como deônticas da lógica aristotélica. Propomos que diversas categorias tanto psicanalíticas como discursivas podem ser tratadas através dessas modalidades. Especificamente, argumentamos que essas categorias possuem aspectos tanto aléticos como deônticos, e que o deôntico é uma manifestação local do alético. São tratadas noções e conceitos como: silêncio, censura, proibição do incesto, Lei e lei, impossível e proibido.

Palavras-chave


Psicanálise; discurso; modalidade; alético; deôntico

Texto completo:

PDF

Referências


COPI, I. M. Introdução à lógica. São Paulo: Mestre Jou, 1978.

COSTA, N da. Entrevista. Isso - dispensa freudiana, Belo Horizonte, n. 1, p. 32-33, 1986.

DARRAULT, I. Présentation. Langages, n. 43, p. 3-9, 1976.

DOR, J. O Pai e sua função em psicanálise. Rio de Janeiro: J. Zahar, 1991.

FREUD, S. Totem e Tabu (1913). In: SALOMÃO, J. (Org.). Obras Psicológicas Completas de Sigmund Freud. Tradução de Órizon Carneiro Muniz. Rio de Janeiro: Imago. 1995. v. XIII, p. 21-163, Edição Standard Brasileira.

GREIMAS, A. J. Pour une théorie des modalités. Langages, n. 43, p. 47-63, 1976.

LEITE, N. Psicanálise e análise do discurso: o acontecimento na estrutura. Rio de Janeiro: Campo Matêmico, 1994.

DIAS, M. M. Psicanálise e Polética. Rio de Janeiro: Aoutra, 1986.

LACAN, J. Escritos. Rio de Janeiro: J. Zahar, 1998.

MILNER, J.-C. O amor da língua. Tradução de Ângela Cristina Jesuino. Porto Alegre: Artes Médicas. 1987.

ORLANDI, E. P. As formas do silêncio: no movimento dos sentidos. 3. ed. Campinas: Unicamp, 1995.

TFOUNI, F. E. V. O interdito como fundador do discurso. 1998. Dissertação (Mestrado)__Instituto de Estudos da Linguagem, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 1998.

TFOUNI, F. E. V. O interdito como fundador do discurso. Letras & Letras, Uberlândia, v. 22, n. 1, p. 127-137, jan./jun. 2006.

TFOUNI, F. E. V. O interdito e o silêncio: duas abordagens do impossível na linguagem. Linguagem em (Dis)curso, Tubarão, v. 8, n. 2, p. 353-371, maio/ago. 2008.

TFOUNI, F. E. V. Interdito e silêncio: uma abordagem no quadrado das oposições. Signótica, Goiânia, v. 22, n. 2, p. 343-355, 2010.

TFOUNI, L. V. Adultos não-alfabetizados: o avesso do avesso. 1986. Tese (Doutorado em Linguística)__Instituto de Estudos da Linguagem, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 1986.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Creative Commons License
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

 

Apoio:



Indexadores:



Arquivamento:



Facebook: