Você me dá a sua palavra?: um livro infinito

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22409/cadletrasuff.v31i61.44127

Palavras-chave:

Elida Tessler, Linguagem, Artes, Palavra

Resumo

Neste artigo, buscamos criar um diálogo com a obra Você me dá a sua palavra?, da artista visual Elida Tessler, e refletir acerca da literatura para além de suas formas tradicionais. Nessa obra, Tessler pede a palavra do outro, solicitando que seja grafada em prendedores de roupa. De 2004 até agora, já somam mais de seis mil palavras, em diferentes línguas. Com esse gesto, a artista desloca a palavra e o objeto de seus usos habituais, compondo um livro infinito, sempre por vir, em consonância com o pensamento de Maurice Blanchot. Ao longo do artigo, convocamos para o diálogo outros pensadores e artistas, como Virginia Woolf, Joan Brossa, Jean-Luc Nancy e Jorge Luis Borges.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BLANCHOT, Maurice. O livro por vir. São Paulo: Martins Fontes, 2005. Trad. Leyla Perrone-Moisés.
BORGES, Jorge Luis. O Livro. In: Borges oral & sete noites. São Paulo: Cia das Letras, 2011. Trad. Heloísa Jahn.
BROSSA, Joan. Sumário astral e outros poemas. São Palo: Amauta Editorial, 2006. Trad. Ronald Poliro.
CALVINO, Ítalo. Coleção de areia. São Paulo: Companhia das Letras, 2010.
CAMPOS, Augusto de. Linguaviagem. São Paulo: Companhia das Letras, 1987.
FENATI, Maria Carolina. O jogo do dicionário. In: Revista Gratuita, v.2, Belo Horizonte: Editora Chão da Feira, 2015, p.106-113.
HERNANDEZ, Ariane. Esperança catavento. In: Folder de divulgação da exposição Você me dá a sua palavra?. Rio Grande do Sul: Pelotas, Galeria do Centro de Artes da UFPEL, 2011.
NANCY, Jean-Luc. Corpus. Lisboa: Ed. Vega, 2000. Trad. de Tomás Maia.
TESSLER, Elida. Você me dá a sua palavra? Do silêncio ao murmúrio utópico do artista. 10th International Conference of the Utopian Studies Society/Europe: Far Other worlds and other seas, Universidade do Porto, Portugal, jul/2009.
______________ Faço minhas as suas palavras: da apropriação à invenção de novos sentidos para a crítica na/da arte. In: Revista Poiésis, n.18, p.09-14, dez/2011.
______________ AMOR:AMOR. Porto Alegre: Azulejo Arte Impressa, 2017.
VALENTE, José Angel. A memória do fogo. In: Revista Gratuita, v.2, da editoria Chão da Feira, 2015, p.82-85. Trad. Gustavo Rubim como A memória do fogo, para a revista Gratuita,
WOOLF, Virginia. Craftsmanship – um passeio à volta das palavras. In: Cadernos de Leituras, n.34. Belo Horizonte: Chão da Feira. Trad. Cátia Sá.

Downloads

Publicado

2020-12-15