Os projetos de participação popular como recursos sociais de legitimação no campo político: o governo Olívio Dutra e a oposição no parlamento estadual

Rafael Saraiva Lapuente

Resumo


o objetivo deste texto é analisar como as bancadas oposicionista e situacionista na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul procuraram legitimar suas posições por meio dos projetos de ‘participação popular’, como o Fórum Democrático e o Orçamento Participativo. O caso em questão chama a atenção para as alterações de alíquotas do ICMS e criação da Universidade Estadual, temas que não eram, a rigor, prioritários nos programas de participação popular, mostrando a força legitimadora destes projetos para os deputados estaduais no mundo social.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.