Justiça, igualdade e constituição em John Rawls: consenso constitucional e Democracia na justiça como equidade

Cecilia Caballero Lois, Tomaz Martinez Pinheiro

Resumo


A partir das obras de John Rawls, serão exploradas as condições necessárias para garantir a estabilidade e a permanência de um regime constitucional pautado na liberdade e na igualdade. Paratal análise, serão apresentadas as linhas gerais de Uma Teoria da Justiça e O Liberalismo Político, seguidas da análise de conceitos-chave essenciais para o entendimento do presente trabalho.

 

 


Palavras-chave


Justiça; Princípios de justiça; Overlapping consensus; Estabilidade; Consenso constitucional.

Texto completo:

PDF

Referências


BARRY, Brian. La Justicia como imparcialidad. Traducción de José Pedro Tosaus Abadía. Barcelona/Buenos Aires: Ediciones Paidós Ibérica, 1997. (Paidós Estado y Sociedad, n.º 39).

DANIELS, Norman (editor). Reading Rawls – critical studies of A Theory of Justice. New York: Basic Books, 1973.

KUKATHAS, Chandran e PETTIT, Philip. Rawls, “Uma Teoria da Justiça” e seus críticos.Tradução Maria Carvalho. Lisboa: Gradiva Publicações, 1990. (Trajectos).

OLIVEIRA, Neiva Afonso. Rousseau e Rawls – contrato em duas vidas. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2000. (Coleção Filosofia, n. 109).

RAWLS, John. Uma Teoria da justiça. Tradução Almiro Pisetta e Lenita M. R. Esteves. São Paulo: Martins Fontes, 1997. (Coleção Ensino Superior).

______. O Liberalismo Político. Tradução Dinah de Abreu Azevedo. 2.ed. São Paulo: Editora Ática, 2000.

______. Justiça como eqüidade: uma concepção política, não metafísica. In: Lua Nova – Revista de cultura e política. São Paulo: CEDEC, 1992, n. 25, p. 25-60.

SILVEIRA, Pablo da. La Teoría rawlsiana de la estabilidad: overlapping consensus, razón pública y discontinuidad. In: FELIPE, Sônia T. (Organização, introdução). Justiça como eqüidade – fundamentação e interlocuções polêmicas (Kant, Rawls, Habermas). Anais do Simpósio Internacional sobre Justiça. Florianópolis: Insular, 1998. p. 345-364.

WOLF, Suzan. Comentario. In: TAYLOR, Charles. El Multiculturalismo y “La política del reconocimiento”. Traducción de Mónica Utrilla de Neira. México: Fondo de Cultura Económica, 1993. p. 108-122.




DOI: https://doi.org/10.22409/conflu14i2.p203

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Confluencias



/A Revista Confluências é Qualis B1.

Esta revista encontra-se indexada em:

Resultado de imagem para bielefeld base