Mapeando o campo dos presídios no Brasil

Astrid Johana Pardo Gonzalez

Resumo


 

Este texto constitui uma revisão de pesquisas realizadas no Brasil no campo do sistema prisional que, a partir de um enfoque socioantropológico, fizeram uso da metodologia etnográfica nos últimos dez anos. A maioria destas investigações discutem temas como gangues e violência, mulheres e familiares de presos, práticas religiosas, agentes penitenciários, adolescentes infratores, entre outros.


Palavras-chave


Prisão, estudos etnográficos, sociologia, antropologia

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/conflu17i1.p360

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Confluencias



/A Revista Confluências é Qualis B1.

Esta revista encontra-se indexada em:

Resultado de imagem para bielefeld base