NOVA ORDEM MUNDIAL DO SÉCULO XXI - METAMORFOSES DO CAPITAL E DO ESTADO

Autores

  • Rose Menchise Menchise RM UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE - PPGSD
  • Diogo Menchise Ferreira Menchise Ferreira Universidade Federal Fluminense - PPGDIN

DOI:

https://doi.org/10.22409/conflu.v22i1.40644

Palavras-chave:

Palavras-chaves, metamorfoses do Capital e do Estado, soberania dos Estados Nacionais.

Resumo

RESUMO

O presente artigo tem por objetivo analisar as mudanças estruturais, de cunho econômico e político, ocorridas no capitalismo para recuperar o seu ciclo reprodutivo e repor seu projeto dominante. O capitalismo do século XXI não nega sua origem conceitual, na qual envolveu profundas transformações na sua forma de organização e de atuação econômica, social e política. Hoje o Estado foi expropriado de uma parcela grande e crescente de seu antigo poder imputado, o qual foi capturado por forças supraestatais globais, que operam num “espaço de fluxos” politicamente incontrolável. Analisaremos a soberania dos Estados Nacionais e as metamorfoses do Estado e do Capital para a reprodução do mais valor. Os Estados com democracia burguesa estão nos jogos finais da soberania.

Palavras-chaves: metamorfoses do Capital e do Estado, soberania dos Estados Nacionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rose Menchise Menchise RM, UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE - PPGSD

Rose Menchise

Formação acadêmica

Doutoranda em SOCIOLOGIA E DIREITO – 2016. PPGSD – UFF – Universidade Federal Fluminense

Mestre em SOCIOLOGIA E DIREITO– 2014. PPGSD – UFF –Universidade Federal Fluminense

Master de Desenvolvimento Local, Inovação e Tecnologia – 2011. Universidade Federal Fluminense e Universidade de Milão Bicocca – Bolsista do(a): Ministério do Trabalho da Itália.

Especialização em Direito do Trabalho – 2009. Universidade Veiga de Almeida

Graduação em Direito 2008.

Graduação em Ciência Econômica – 1979. Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ – Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.

Atuação profissional

Tribunal Regional do Trabalho – Trabalho de Economia, Enquadramento Funcional: Perita Trabalhista do Juízo

Valec Engenharia Construções e Ferrovias – Coordenadora do Departamento de Economia, Carga horária: 44. Regime: Dedicação exclusiva.

Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – Economista Especializada Junior, Carga horária: 44. Regime: Dedicação exclusiva.

 

 

Diogo Menchise Ferreira Menchise Ferreira, Universidade Federal Fluminense - PPGDIN

Diogo Menchise Ferreira

Doutorando em Direitos Instituições e Negócios – 2018. PPGDIN – UFF – Universidade Federal Fluminense

Mestre em Sociologia e Direito– (2015). PPGSD – UFF –Universidade Federal Fluminense

Graduação em Direito– 2007.Universidade Candido Mendes

Atualmente é Servidor Público Federal de cargo efetivo do Ministério Público Federal.

 

Referências

A pesquisa está entremeada de um retorno aos grandes clássicos do pensamento crítico, em especial Marx (1971), Lenin (1945). Procuro compreender o contexto histórico, no qual conceitos fundamentais do marxismo foram elaborados e evitar aplicá-los de maneira mecânica aos processos históricos atuais. Também inclui outros autores como Virginia Fontes (2010), David Harvey (1996), Ernest Kantorowicz (1998), Eric Santner (1997), Anibal Quijano (1992), István Mészários (2002), Carlos Walter Porto-Gonçalves (2003), Ladislau Dowbor, Guy Standing e Graça Druck (1999) e outros.

Downloads

Publicado

2020-04-06

Edição

Seção

Artigos