NOVA ORDEM MUNDIAL DO SÉCULO XXI - METAMORFOSES DO CAPITAL E DO ESTADO

Rose Menchise Menchise RM, Diogo Menchise Ferreira Menchise Ferreira

Resumo


RESUMO

O presente artigo tem por objetivo analisar as mudanças estruturais, de cunho econômico e político, ocorridas no capitalismo para recuperar o seu ciclo reprodutivo e repor seu projeto dominante. O capitalismo do século XXI não nega sua origem conceitual, na qual envolveu profundas transformações na sua forma de organização e de atuação econômica, social e política. Hoje o Estado foi expropriado de uma parcela grande e crescente de seu antigo poder imputado, o qual foi capturado por forças supraestatais globais, que operam num “espaço de fluxos” politicamente incontrolável. Analisaremos a soberania dos Estados Nacionais e as metamorfoses do Estado e do Capital para a reprodução do mais valor. Os Estados com democracia burguesa estão nos jogos finais da soberania.

Palavras-chaves: metamorfoses do Capital e do Estado, soberania dos Estados Nacionais.


Palavras-chave


Palavras-chaves: metamorfoses do Capital e do Estado, soberania dos Estados Nacionais.

Texto completo:

PDF

Referências


A pesquisa está entremeada de um retorno aos grandes clássicos do pensamento crítico, em especial Marx (1971), Lenin (1945). Procuro compreender o contexto histórico, no qual conceitos fundamentais do marxismo foram elaborados e evitar aplicá-los de maneira mecânica aos processos históricos atuais. Também inclui outros autores como Virginia Fontes (2010), David Harvey (1996), Ernest Kantorowicz (1998), Eric Santner (1997), Anibal Quijano (1992), István Mészários (2002), Carlos Walter Porto-Gonçalves (2003), Ladislau Dowbor, Guy Standing e Graça Druck (1999) e outros.




DOI: https://doi.org/10.22409/conflu.v22i1.40644

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Rose Menchise Menchise RM, Diogo Menchise Ferreira Menchise Ferreira



/A Revista Confluências é Qualis B1.

Esta revista encontra-se indexada em:

Resultado de imagem para bielefeld base