Entre o esbelto e o obeso: narrativas de mulheres que fizeram cirurgia bariátrica

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22409/1984-0292/2022/v34/5835

Palavras-chave:

narrativas, construção de sentidos, cirurgia bariátrica

Resumo

A proposta deste artigo é refletir sobre os sentidos de si construídos por pessoas que fizeram cirurgia para redução de peso. Apresentaremos um estudo no campo de abordagem narrativista, utilizando o conceito de posição para auxiliar a compreensão da construção de sentidos de si. Duas adultas que fizeram cirurgia em hospital da Região Metropolitana do Recife fazem parte do estudo. Entrevistas narrativas foram usadas como técnicas disparadoras das narrativas e a análise de posicionamento foi a estratégia analítica empregada. Sugerimos que os sentidos de si construídos tratam de posições em que (1) as participantes posicionam a si e às pessoas obesas como socialmente constrangidas, que sentem o olhar intimidador, o nervosismo, o vexame, a inadequação, como as que não podem dançar, não podem vestir certas roupas; (2) ao mesmo tempo que são sujeitos de constrangimento, reconhecem o corpo magro como “o padrão” e fortalecem a narrativa dominante de valor ao contorno esbelto como normal; por fim, (3) a cirurgia bariátrica serve como um instrumento de mudança e conquista, que promove a transformação nos sentidos de si mesmo construídos: de estar à margem na sociedade, para o pertencimento social e aceitação pessoal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Janaide Moreno, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, PE

Bacharela em Psicologia pela Universidade Federal de Pernambuco. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicologia Organizacional e do Trabalho, atuando principalmente nos seguintes temas: Psicologia no ambiente Organizacional, Psicologia e Trabalho, Recrutamento e Seleção, Desenvolvimento de pessoas em grupos, dinâmica de grupo e testes psicológicos. Psicologia e Literatura fantástica, atuando principalmente nos seguintes temas: criatividade, psicologia e literatura fantástica.

Ana Karina Moutinho, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, PE

É professora do Departamento de Psicologia e do Programa de Pós-Graduação em Psicologia Cognitiva da UFPE. Coordena o Eikasia - Laboratório de Estudos da Imaginação, cujas pesquisas se desenvolvem sobre antecipação de experiências a serem vividas em contextos de trabalho, educação e saúde. Como exemplos tem-se investigações realizadas com pessoas que tiveram diagnóstico de doença incurável e precisaram decidir por tratamento em enfermaria oncológica e/ou cuidados paliativos, intervenção profissional de recém-contratados em casas de acolhimento, pessoas jovens, cegas congênitas, e construção de sua carreira profissional, envelhecimento e o enfrentamento a situações de crise. No grupo de pesquisa desenvolveu o instrumento "Caixa de Surpresas", através do qual as pessoas significam suas experiências com o uso de imagens e através dos recursos disponibilizados na caixa, como canetas, lápis, papéis diversos e mesmo objetos variados escolhidos pelos usuários/participantes, tais como fotografias, bonecos, lenços, dentre outros. Arte, assim, é atrelada ao método de pesquisa. É pesquisadora voluntária do Instituto Maria da Penha. Coordena o PPG em Psicologia Cognitiva da UFPE desde 15 junho de 2021 e coordena o GT Trabalho e Saúde da Anpepp desde Maio de 2022. Significados, cultura, métodos qualitativos, narrativas, psicologia e trabalho, psicologia cognitiva, psicologia do desenvolvimento e imaginação são alguns de seus interesses.

Referências

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA PARA O ESTUDO DA OBESIDADE E DA SÍNDROME METABÓLICA (ABESO). Diretrizes brasileiras de obesidade. 2016. Disponível em: https://abeso.org.br/wp-content/uploads/2019/12/Diretrizes-Download-Diretrizes-Brasileiras-de-Obesidade-2016.pdf. Acesso em: 4 fev. 2022.

BAMBERG, Michael; GEORGAKOPOULOU, Alexandra. Small stories as a new perspective in narrative and identity analysis. Text & Talk, v, 28, n. 3, p. 377-396, 2008. https://doi.org/10.1515/TEXT.2008.018

BAMBERG, Michael. Narrative analysis. In: COOPER, H. (Org.). APA handbook of research methods in psychology. Washington, DC: APA Press. p. 77-94. Disponível em: http://www.clarku.edu/~mbamberg/publications.html. 2012. Acesso em: 4 abr. 2017.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Cadernos de Atenção Básica: Obesidade. Brasília: Ministério da Saúde, 2006.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa. Vigitel Brasil 2020: vigilância de fatores de risco e proteção para doenças crônicas por inquérito telefônico. Brasília: MS, 2021.

BROCKMEIER, Jens; HARRÉ, Rom. Narrativa: problemas e promessas de um paradigma alternativo. Psicologia: Reflexão e Crítica [online], v. 16, n. 3, p. 525-535, 2003. https://doi.org/10.1590/S0102-79722003000300011

BRUNER, Jerome. Atos de significação. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997.

CASTRO, Ana Lúcia. Culto ao corpo e sociedade: mídia, estilos de vida e cultura de consumo. 2. ed. São Paulo: Fapesp, 2007.

CASTRO, Ana Lúcia; PRADO, Juliana do. Corpo e identidades femininas: a intermediação da mídia. Estudos de Sociologia, São Paulo, v. 17, n. 32, p. 241-259, 2012. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/estudos/article/view/4937. Acesso em: 13 fev. 2017.

COSTA, Jurandir Freire. O vestígio e a aura: corpo e consumismo na moral do espetáculo. Rio de Janeiro: Garamond, 2005.

COUTINHO, Walmir Ferreira; BENCHIMOL, Alexander Koglin. Obesidade mórbida e afecções associadas. In: GARRIDO JÚNIOR, Arthur B.; FERRAZ, Edmundo Machado; BARROSO, Fernando Luiz; MARCHESINI, João Batista; SZEGÖ, Thomas. (Org.). Cirurgia da obesidade. São Paulo: Atheneu, 2006. p. 13-17.

DANTAS, Jurema Barros. Um ensaio sobre o culto ao corpo na contemporaneidade. Estudos e Pesquisas em Psicologia, Rio de Janeiro, v. 11, n. 3, p. 898-912, 2011. Disponível em http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-42812011000300010&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 14 jan. 2019.

GOLDENBERG, Mirian. O corpo como capital: para compreender a cultura brasileira. Arquivos em Movimento, Rio de Janeiro, v. 2, n. 2, 2006. Disponível em: https://revistas.ufrj.br/index.php/am/article/view/9083. Acesso em: 13 jun. 2018.

GOLDENBERG, Mirian; RAMOS, Marcelo Silva. A civilização das formas: o corpo como valor. In: GOLDENBERG, Mirian (Org.). Nu e vestido. 2. ed. Rio de Janeiro: Record, 2007. p. 19-40.

JOVCHELOVITCH, Sandra; BAUER, Martin W. Entrevista narrativa. In: BAUER, Martin W.; GASKELL, George (Org.). Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. Petrópolis: Vozes, 2008. p. 90-113.

KEHL, Maria Rita. Com que corpo eu vou? In: BUCCI, Eugênio; KEHL, Maria Rita (Ed.). Videologias: ensaios sobre televisão. São Paulo: Boitempo, 2004. p. 174-179.

KOROBOV, Neill; BAMBERG, Michael. “Strip poker! They don’t show nothing!” Positioning identities in adolescent male talk about a television game show. In: BAMBERG, Michael; DE FINA, Anna; SCHIFFRIN, Deborah (Ed.). Narratives in interaction: identities and selves. Amsterdam: John Benjamins, 2006. p. 253-271.

LIMA FILHO, José Vieira de. Cirurgia da obesidade: caracterização psicossocial e psicopatológica dos candidatos. 2008. 86 f. Dissertação (Mestrado em Psiquiatria) – Programa de Pós-graduação em Neuropsiquiatria e Ciências do Comportamento do Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2008.

LE BRETON, David. Adeus ao corpo: antropologia e sociedade. Campinas, SP: Papirus, 2007.

MALTA, Deborah Carvalho; SILVA, Marta Maria Alves da. As doenças e agravos não transmissíveis: o desafio contemporâneo na Saúde Pública. Ciência & Saúde Coletiva [online], v. 23, n. 5, p. 1350, 2018. https://doi.org/10.1590/1413-81232018235.31552017

MOUTINHO, Karina. A construção narrativa de sentidos de bioidentidade: obesidade e cirurgias bariátricas. 2010. 49 f. Tese (Doutorado em Psicologia Cognitiva) – Programa de Pós-graduação em Psicologia Cognitiva, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2010.

MOUTINHO, Karina; DE CONTI, Luciane. Análise narrativa, construção de sentidos e identidade. Psicologia: Teoria e Pesquisa [online], v. 32, n. 2, p. 1-8, 2016. https://doi.org/10.1590/0102-3772e322213

MOUTINHO, Karina; MEIRA, Luciano; DE CONTI, Luciane. Desenvolvimento e construção de narrativas de sentidos de identidade. In: MOUTINHO, Karina; VILLACHAN-LYRA, Pompéia; SANTA-CLARA, Angela (Org.). Novas tendências em psicologia do desenvolvimento: teoria, pesquisa e intervenção. Recife: Universitária, 2013. p. 133-158.

OLIVEIRA, Fabíola Cristina Ribeiro de; HOFFMANN, Rodolfo. Consumo de alimentos orgânicos e de produtos light ou diet no Brasil: fatores condicionantes e elasticidades-renda. Revista Segurança Alimentar e Nutricional, Campinas, v. 22, n. 1, 541-557, 2015. https://doi.org/10.20396/san.v22i1.8641571

ORTEGA, Francisco. Práticas de ascese corporal e constituição de bioidentidades. Cadernos Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 11, n. 1, p. 59-77, 2003.

ORTEGA, Francisco. Da ascese à bio-ascese ou do corpo submetido à submissão ao corpo. In: RAGO, Margareth; ORLANDI, Luiz B. L.; VEIGA-NETO, Alfredo (Org.). Imagens de Foulcault e Deleuze: ressonâncias nietzchianas. Rio de Janeiro: DP & A, 2005. p. 139-173.

POLKINGHORNE, Donald E. Narrative knowing and the human sciences. New York: State University of New York Press, 1988.

SALVATORE, Sergio; VALSINER, Jaan. Between the General and the Unique. Theory & Psychology [online], v. 20, n. 6, p. 1-18, 2010. https://doi.org/10.1177/0959354310381156

SANT’ANNA, Denise Bernuzzi de. Corpos de passagem: ensaios sobre a subjetividade contemporânea. São Paulo: Estação Liberdade, 2001.

SANT’ANNA, Denise Bernuzzi de. Transformações do corpo: controle de si e uso dos prazeres. In: RAGO, Margareth; ORLANDI, Luiz B. L.; VEIGA-NETO, Alfredo (Org.). Imagens de Foulcault e Deleuze: ressonâncias nietzchianas. Rio de Janeiro: DP & A, 2005. p. 99-110.

SARBIN, Theodore R. The narrative as a root metaphor for psychology. In: ______. (Ed.). Narrative Psychology: the storied nature of human conduct. New York: Praeger, 1986.

SIBILIA, Paula. O pavor da carne: riscos da pureza e do sacrifício no corpo-imagem contemporâneo. Revista Famecos, v. 11, n. 25, p. 68-84, 2004. https://doi.org/10.15448/1980-3729.2004.25.3286

SIBILIA, Paula. O pavor da carne: riscos da pureza e do sacrifício no corpo-imagem contemporâneo. 2006. 197 f. Tese (Doutorado em Saúde Coletiva) – Instituto de Medicina Social, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2006.

SOCIEDADE BRASILEIRA DE CIRURGIA BARIÁTRICA E METABÓLICA (SBCBM). Quem pode fazer. 2017. Disponível em: https://www.sbcbm.org.br/quem-pode-fazer/. Acesso em: 4 fev. 2022.

SOCIEDADE BRASILEIRA DE CIRURGIA BARIÁTRICA E METABÓLICA (SBCBM). Cirurgia bariátrica cresce 84,73% entre 2011 e 2018. 2019. Disponível em: https://www.sbcbm.org.br/cirurgia-bariatrica-cresce-8473-entre-2011-e-2018/. Acesso em: 4 fev. 2022.

SOUZA, Saul de Azevêdo; SILVA, Allan Batista; CAVALCANTE, Ulanna M. Bezerra; LIMA, Caliandra M. Bezerra; SOUZA, Tatiene Correia de. Obesidade adulta nas nações: uma análise via modelos de regressão beta. Cadernos de Saúde Pública [online], v. 34, n. 8, 2018. https://doi.org/10.1590/0102-311X00161417

VAN LANGENHOVE, Luk; HARRÉ, Rom. Introducing Positioning Theory. In: ______. (Ed). Positioning Theory. Oxford: Blackwell Publishers. 1999.

VALSINER, Jaan. Fundamentos de uma psicologia cultural: mundos da mente, mundos da vida. Tradução de Ana Cecília Bastos. Porto Alegre: Artmed, 2012.

VIGARELLO, Georges. As metamorfoses do gordo: história da obesidade no Ocidente. Da Idade Média ao século XX. Petrópolis: Vozes, 2012.

WORLD HEALTH ORGANIZATION (WHO). Obesity and overweight. 9 jun. 2021. Disponível em: https://www.who.int/en/news-room/fact-sheets/detail/obesity-and-overweight. Acesso em: 5 fev. 2022.

ZORZANELLI, Rafaela; ORTEGA, Francisco. Cultura somática, neurociências e subjetividade contemporânea. Psicologia e Sociedade [online], v. 23, n. spe, p. 30-36, 2011. https://doi.org/10.1590/S0102-71822011000400005

Downloads

Publicado

2022-06-24

Como Citar

MORENO, J.; MOUTINHO, A. K. Entre o esbelto e o obeso: narrativas de mulheres que fizeram cirurgia bariátrica. Fractal: Revista de Psicologia, v. 34, p. Publicado em 24/06/2022, 24 jun. 2022.

Edição

Seção

Artigos