INGRESSO DE SURDOS ATRAVÉS DAS COTAS NO INSTITUTO DE QUÍMICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO.

Autores

Palavras-chave:

Surdos. Políticas Afirmativas. Cotas.

Resumo

O artigo discutirá possíveis embates ocorridos e soluções geradas para o ingresso e permanência de Surdos na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Serão confrontadas informações, tais como: alguns números oficiais (PR1/DRE-DIRAC) e situações acerca do discente Surdo matriculado em disciplinas no Instituto de Química somente a partir de 2018-1. Este aluno durante o intervalo de 2018 e 2019 permaneceu sob a avaliação e acompanhamento da autora. É importante ainda salientar que foi escolhido o recorte temporal de 2018 e 2019 por se tratar de quando iniciaram as políticas afirmativas por deficiência advindos do processo seletivo dos sistemas SiSU e ENEM.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cristiana de Barcellos Passinato, SEEDUC-RJ e IQ-UFRJ

Doutoranda em Química Biológica com ênfase em Educação, Gestão e Difusão em Biociências, no IBqM-UFRJ. Especialista em Acessibilidade Cultural do Depto de Terapia Ocupacional da Faculdade de Medicina da UFRJ. Mestre em Ciências, Ensino de Química do PEQui do IQ-UFRJ. Especialista em Políticas Públicas e Projetos Socioculturais em Espaços Escolares do CESPEB da Faculdade de Educação da UFRJ. Professora Docente I Coordenadora do Núcleo de Apoio Pedagógico Especializado (NAPES) da Diretoria Regional Metropolitana III da Secretaria de Educação do Estado do Rio de Janeiro (SEEDUC-RJ) – núcleo ligado à Coordenadoria de Diversidade e Inclusão Educacional. Técnica em Química lotada na Direção do IQ-UFRJ. Atualmente é a TAE responsável pelo Setor de Acessibilidade do IQ-UFRJ, representante do IQ-UFRJ no Fórum Permanente UFRJ Acessível & Inclusiva, Ex-presidente da Câmara responsável pelos assuntos acadêmicos desse mesmo Fórum e atua como docente credenciada ao CEEQuim (Curso de Especialização em Ensino de Química) do IQ-UFRJ. Pesquisadora do Observatório Internacional de Inclusão, Interculturalidade e Inovação Pedagógica (OIIIIPe) do Laboratório de Pesquisa, Estudos e Apoio à Participação e à Diversidade em Educação (LaPEADE). Também responsável pelas redes sociais do IQ-UFRJ

Downloads

Publicado

2020-12-30

Como Citar

Passinato, C. de B. (2020). INGRESSO DE SURDOS ATRAVÉS DAS COTAS NO INSTITUTO DE QUÍMICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO. RevistAleph Ou Revista Aleph UFF, (35). Recuperado de https://periodicos.uff.br/revistaleph/article/view/45729