Sobre a Revista

A RevistAleph, vinculada ao PPG em Educação da Universidade Federal Fluminense, não tem fins lucrativos. A submissão de artigos é gratuita, bem como o acesso aos mesmos, dentro da política OJS. Publica artigos inéditos de autores brasileiros e estrangeiros e também recebe propostas para números especiais, que tratem os aspectos instituintes de Educação, Ensino, Aprendizagem e Cultura. Sua periodicidade regular é semestral (Mar/Abr e Out/Nov).  O periódico se articula com a concepção de conhecimento aberto e de consciência coletiva que potencializa a participação democrática. Tem o Português (Brasil) como idioma principal, mas os textos podem também ser escritos em inglês, espanhol e francês.  Foi avaliada pela CAPES, em 2019, como B3.

ISSN: 1807 6211.

Notícias

Chamada para publicação do nº 39

2022-04-28

 

A RevistAleph torna pública a chamada para submissão de artigos para o Dossiê Educação e Democracia: permanências e transformações no mundo contemporâneo. Compreendendo o papel fulcral da escola e demais processos educativos na estrutura social, frente ao tenso momento histórico que vivemos no Brasil, a proposta convida à reflexão sobre os sentidos, limites e possibilidades instituídos no período de redemocratização, bem como os riscos a que o campo democrático está sujeito no presente contexto.


Prazo para submissões: 31 de maio de 2022.
Mais informações em: https://periodicos.uff.br/revistaleph/

Saiba mais sobre Chamada para publicação do nº 39

Edição Atual

v. 1 n. 38 (2022): Esperançar - Movimentos instituintes em tempos de reconstrução
#DescriçãoDaImagem Ilustração colorida de Paulo Freire regando o planeta terra. Ele usa macacão azul claro, com as barras da calça dobradas até a canela, e camisa branca. Está descalço em um chão marrom escuro e segura uma inchada com a mão esquerda. Com a outra mão, segura um regador cinza e rega o planeta terra que brota no chão. Do regador, entre as gotas d'água, caem pequenos desenhos de livros, estrelas, corações e lâmpadas acesas. Mãos de diferentes cores circulam o planeta terra como se o segurassem.  No topo da capa em letras azuis marinho: RevistAleph. Revista vinculada ao Programa de Pós-graduação em Educação - FEUFF. Na parte inferior em letras azuis: Esperançar. Movimentos instituintes em tempos de reconstrução. Nas laterais, na vertical: Edição número 38. Ano 2022. ISSN 1807-6211. Endereço: Rua Professor Marcus Waldemar de Freitas Reis, s/n. - Bloco D - Faculdade de Educação. Sala 536.  Contato: (21)2629-2706. E-mail: aleph.ese@id.uff.br Facebook: RevistAleph. Site: https://periodicos.uff.br/revistaleph

[...] Assim como passarinhos são os/as autores que nos brindaram com sua rica
produção, a começar pela nossa autora convidada, a professora Madalena Freire, que
proferiu a Aula Magna da Faculdade de Educação da UFF, do primeiro semestre letivo
de 2021. Esta foi organizada pela passarinhada da Pós-Graduação, Graduação e pelo
Festival Paulo Freire: 100 anos de luta de esperança.
No Dossiê Temático, a passarinhada cantou! Cantou e encantou as diferentes
facetas filosóficas, dialógicas e epistêmicas de Paulo Freire por meio de narrativas de
formação, questões étnico-raciais e gestão democrática. A dialogicidade e autonomia
freireanas orientaram as escritas de práticas educacionais que aconteceram em
diferentes modalidades e disciplinas dos diversos níveis de educação e ensino.
Sobrevoamos duas Experiências instituintes. Em uma delas, o tema da
radioatividade, que analisa o impacto da estratégia de júri simulado no processo de
formação de estudantes do Ensino Médio para a construção de argumentação e
pensamento crítico. O segundo texto se reveste de caráter insurgente ao focar a
análise das práticas didáticas efetivadas a partir das urgências e emergências
percebidas no diálogo com estudantes de escola na Zona Oeste do Rio de Janeiro.
Destaca a Educação Musical como elemento potencializador da escola democrática.
As produções de Pulsações e Questões contemporâneas sobrevoam temáticas
sobre as infâncias tais como: o direito à creche; a construção da compreensão do
direito à cidade e à vida digna, ambos com foco na cidade de São Gonçalo-RJ; a
formação da professora Maria Guilhermina Loureiro de Andrade, educadora e
estudiosa dos jardins de infância. O texto literário “Quarto de Despejo” é abordado
como fonte histórica e de reflexão crítica sobre os direitos sociais no âmbito da
Educação de Jovens e Adultos. Encerra-se esse número com um artigo que apresenta
levantamento bibliográfico, em bases de indexação, acerca da gestão do conhecimento
no contexto da COVID-19. [...]

Publicado: 2022-02-16

Edição completa

Capa e Expediente

Avaliadores desse número

Orientações para o envio de artigos e Normas de Formatação

Sumário

Experiências Instituintes

Ver Todas as Edições

Licença Creative CommonsEste trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.