GRACILIANO RAMOS E OS ANIMAIS: diálogos sobre a representação da fauna na obra Vidas Secas

Catarina De Oliveria Buriti, JOSÉ Otávio Aguiar, Bread Soares Estevam

Resumo


O texto que se dá a ler nas páginas que se seguem explora as representações historicamente construídas sobre os animais não humanos no Semiárido brasileiro, representados nas cartografias imaginárias da literatura regional do Nordeste dos anos 1930. Estes animais foram tema e elementos de práticas discursivas e não discursivas para cuja tessitura de caráter documental/literário procuramos atentar. Desejamos, em princípio, abordar a construção de sensibilidades humanas para a relação para com os seres da natureza, não a partir das genericidades arquetípicas comuns que caracterizam certas visões tradicionais sobre o tema, mas, antes, das especificidades constituídas enquanto literatura historicamente produzida e atenta a elementos culturais filtrados, naturalmente, pela pluridentitária individualidade do escritor. (...)

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.