O Feminismo Chega à Rádio: a Militância Sufragista de Martha de Hollanda na Rádio Clube de Pernanbuco (1931-1932)

Gilvânia Cãndida da Silva, Alcileide Cabral do Nascimento

Resumo


O presente trabalho tem por objetivo analisar de que modo a Cruzada Feminista Brasileira, liderada por Martha de Hollanda, usou a Rádio Clube de Pernambuco como estratégia de luta pelo direito ao voto no Recife, entre os anos de 1931 a 1932. As fontes de pesquisa são os jornais da época, onde procuramos analisar os discursos e as estratégias das feministas pernambucanas que utilizaram a Rádio Clube de Pernambuco para divulgação de suas pautas e ações no momento em que os receptores radiofônicos eram artigos de luxo, um dos símbolos da modernidade, ainda restrito às camadas ricas. Frente a isso, se o discurso feminista já tinha significativo alcance por meio das mídias impressas, agora a estratégia era alcançar, convencer e cooptar mulheres das classes abastadas para o movimento em prol da conquista da cidadania política e da igualdade entre homens e mulheres.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.