Juízo de inconfidência em Angola: A conspiração dos agregados em Luanda, 1763

Rodrigo Hiroshi Romera Hotta

Resumo


Este artigo faz uma breve explanação acerca de um juízo de inconfidência realizado em São Paulo de Assunção de Luanda, Angola, no ano de 1763, quando alguns homens que cumpriam degredo naquela cidade fazem uma conjuração objetivando aterrorizar a administração local e a população. Intento este que acabaria não se concretizando em razão de denúncias levadas às autoridades locais. Para se compreender melhor o ambiente onde ocorrera o evento, parte-se para uma análise acerca da política do degredo, enquanto instrumento de povoamento das colônias portuguesas de alémmar, punição encontrada nas Ordenações do Reino de Portugal desde meados do século XV. Em razão de o fato ocorrido estar datado num período em que o governo de Portugal se concentra nas mãos do marquês de Pombal, o déspota ilustrado, à luz de alguns historiadores, busca-se compreender como se desenvolve a administração pombalina em sentidos amplo e localizado em Angola.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.