A municipalização da companhia do gás do Porto em 1917

Marcus Castro Nunes Maia

Resumo


O presente artigo aborda o contexto político e social que deu ensejo à municipalização da Companhia do Gás na cidade do Porto, em Portugal, no início da Grande Guerra. A precariedade dos serviços e os altos preços cobrados, associados à insatisfação pública, suscitaram o debate político sobre a intervenção estatal na economia e as intervenções da Câmara Municipal. Com isso, pode-se demonstrar que o processo de municipalização não foi retilíneo e com um escopo definido, mas sim se mostrou longo e oscilante, o que levaria, por circunstâncias outras, a desaguar na municipalização.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.