Oportunidades e Dilemas do Tratamento dos Resíduos Sólidos no Brasil à Luz da Política Nacional de Resíduos Sólidos (lei n. 12.305/2010)

Eduardo R. Gomes

Resumo


Os desafios gerados pela crescente produção de lixo impõem aos agentes públicos, privados e à sociedade a necessidade d engajamento em novos esforços na busca por soluções efetivas para o vazamento do lixo e a outros problemas relacionados a essa atividade. Propostas que respondam aos problemas ambientais e sociais, em um único instrumento, ganham destaque nos mais diversos fóruns pois enunciam a possibilidade de mitigação de impactos e promoção de bem estar social de modo mai efetivo e integrado. Este trabalho analisa em que medida a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS, Lei n. 12.305), sancionada em Agosto de 2010, preenche esses requisitos. Este estudo mostra que, de um lado, a referida lei se funda no princípio a responsabilidade compartilhada entre governo, empresas e população. Nesse sentido, estimula, por exemplo, o retorno dos produtos às indústrias após o consumo. Por outro lado, obriga o poder público a realizar planos para o gerenciamento do lixo. Ainda, por meio de regulamento específico, também propõe a implantação do programa visando à melhoria das condições de trabalho e às oportunidades de inclusão social e econômica dos catadores de materiais recicláveis. Em termos teóricos, enfim, a lei contempla os principais aspectos da cadeia produtiva de material reciclável e atenta-se para todas as oportunidades, econômicas, sociais e ambientais, originadas por este setor. Contudo, terminamos por contrastar essas oportunidades com o que podem ser obstáculos para a implementação da nova legislação, sugerindo que ela também traz vários dilemas para atingir seus objetivos.


Palavras-chave


Brasil; Política Nacional de Resíduos Sólidos.

Texto completo:

PDF

Referências


ABRELPE. Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil 2010. São Paulo, 2010.

Ambiente Brasil. Lei que torna a compostagem obrigatória em São Francisco já é um sucesso. http://blog.ambientebrasil.com.br/?p=1094. Publicado em: 22 de outubro de 2009. Acessado em: 04 de junho de 2011. BICCA,Victor. As cooperativas de reciclagem na PNRS. Disponível em: http://www.envolverde.com.br/dialogos/noticias/as-cooperativas-de-reciclagem-na-politicanacional-

de-residuos-solidos/. Acessado em: 17 de jun. 2011.

BRASIL. Lei n.° 12.305, de 2 de agosto de 2010. Institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos; altera a Lei no. 9.605, de 12 de fevereiro de 1998; e dá outras providências.

Disponível em http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2010/lei/l12305.htm. Acesso em: 01 de jun. de 2011.

CEMPRE. Política Nacional de Resíduos Sólidos - Agora é lei. São Paulo, 2010. Confederação Nacional dos Municípios. Sancionada a Política de Resíduos Sólidos, saiba o impacto da lei. Disponível em http://www.cnm.org.br/institucional/conteudo.asp?iId=174342. Acesso em: 01 de jun. de 2011.

IETS. Diagnóstico Socioeconômico de Jardim Gramacho. Rio de Janeiro, 2011.

JACOBI, Pedro; TEIXEIRA, Marco Antonio Carvalho. Consórcio Quiriri: Programa Intermunicipal de Tratamento Participativo de Resíduos Sólidos da Região do Alto Rio Negro Catarinense. In: FARAH, Marta Ferreira Santos; BARBOZA, Hélio Batista (Org.). Novas experiências de gestão pública e cidadania. Rio de Janeiro: Editora, FGV, 2001. p. 203-216

JACOBI, Pedro Roberto; BESEN, Gina Rizpah. Gestão de resíduos sólidos em São Paulo.

Estudos avançados, v.25, n.71. São Paulo: Jan./Apr. 2011.

FAGUNDES, Diana da Cruz. Gerenciamento de resíduos sólidos urbanos em Tarumã e Teodoro Sampaio – SP. Soc. nat. (Online) v.21 n.2 Uberlândia: Aug. 2009.

INSTITUTO PÓLIS. Coleta seletiva com inclusão social: Fórum Lixo e Cidadania na Cidade de São Paulo. Experiência e desafios. São Paulo: Instituto Pólis, 2007. 148p.

(Publicações Pólis, 49)

SELUR/ABLP. Gestão da Limpeza Urbana. Um investimento para o futuro das cidades. São Paulo: Selur, ABLP, 2010. Disponível em: http://www.selurb.com.br/upload/estudo_selur_2010.pdf. Acesso em: 10 de Junho 2011.

SINDUSCON. Gestão Ambiental de Resíduos da Construção Civil: a experiência do SindusCon/SP / Tarcisio de Paulo Pinto (coordenador). São Paulo: Obra Limpa: I&T: SindusCon-SP, 2005.




DOI: https://doi.org/10.22409/conflu14i1.p298

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Confluencias



/A Revista Confluências é Qualis B1.

Esta revista encontra-se indexada em:

Resultado de imagem para bielefeld base