A segurança hídrica no contexto da Covid-19

Autores

Palavras-chave:

Covid-19, Segregação urbana, Segurança hídrica

Resumo

A epidemia da Covid-19 evidenciou as duras condições de vida de boa parte da população das metrópoles brasileiras, pelo viés da falta de acesso regular de muitos domicílios aos serviços urbanos mais elementares, como a água tratada, rede coletora de esgoto e infraestrutura habitacional, o que é considerado pelas organizações de saúde como elementos básicos e essenciais no enfrentamento a Covid-19. Neste artigo aborda-se: (i) as questões do desabastecimento de água nas aglomerações subnormais em meio à pandemia diante da necessidade de se assegurar a segurança hídrica como uma ferramenta essencial a vida e ao combate da Covid-19. (ii) como os aspectos excludentes da urbanização, vide a diferenciação de condições que as populações tiveram para se proteger e enfrentar o Coronavírus. Expressões como: “fique em casa”, “lave as mãos com frequência” e “mantenha distanciamento”, (não) se efetiva a depender da realidade que é vivida. A metodologia utilizada consistiu em uma revisão bibliográfica a partir de periódicos científicos e o uso de matérias de jornais. Em vias finais deste artigo, concluímos que alguns dos elementos básicos para o enfretamento da Covid-19, como a segurança hídrica e a efetivação dos direitos básicos sociais são resultados dentro do ponto de vista socioespacial da diferenciação na perspectiva do direito à cidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Victor dos Santos Souza Santos, Secretaria de Estado de Educação de Campos dos Goytacazes

Secretaria de Estado de Educação de Campos dos Goytacazes, Campos dos Goytacazes, Brasil. Mestre em Geografia, Universidade Federal Fluminense, Niteroi, Brasil.

Gabriel Guanabarã Lemos Marques, C.P.R Borges Centro Educacional, Campos dos Goytacazes

C.P.R Borges Centro Educacional, Campos dos Goytacazes, Brasil. Mestre em Geografia, Universidade Federal Fluminense, Campos dos Goytacazes, Brasil

Fernanda Pereira dos Santos, Alpha Colégio pré-vestibular, Campos dos Goytacazes

Alpha Colégio pré-vestibular, Campos dos Goytacazes, Brasil. Graduada em História, Universidade Federal Fluminense, Campos dos Goytacazes. Especialista em história e cultura do Brasil, Universidade Estácio de Sá.

Referências

ANA - AGÊNCIA NACIONAL DE ÁGUAS (BRASIL). Plano Nacional de Segurança Hídrica. 2019. Disponível em: https://arquivos.ana.gov.br/pnsh/pnsh.pdf. Acesso em 20 out. 2020.

BATISTA, Amanda et al. Análise socioeconômica da taxa de letalidade da COVID-19 no Brasil. Nota Técnica, n. 11, 27 maio 2020. Disponível em: https://drive.google.com/file/d/1tSU7mV4OPnLRFMMY47JIXZgzkklvkydO/view. Acesso em 23 mar. 2021

BERNARDES, J.A; ARRUZZO, R. C; MONTEIRO, D. M. L. V. Geografia e a COVID-19: Neoliberalismo, vulnerabilidade e luta pela vida. Rev. Tamoios, São Gonçalo, v. 16, n. 1, p. 188-205, maio 2020. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/tamoios/article/download/50645/33481. Acesso em: 15 abril 2020.

BOCCATO, V. R. C. Metodologia da pesquisa bibliográfica na área odontológica e o artigo científico como forma de comunicação. Rev. Odontol, São Paulo, v. 18, n. 3, p. 265-274, set./dez. 2006.

BRASIL. Lei complementar nº 101, de 4 de maio de 2000. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/lcp/lcp101.htm. Acesso em: 29 jan. 2020.

BRISCOE, J. Water challenges in the developing world: a perspective from the World Bank. Marrakech: IWA Congress, 2004.

CIRILO, J.A. Crise hídrica: desafios e superação. Revista USP, São Paulo. n. 106, p. 45-58, set. 2015. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/revusp/article/view/110102. Acesso em: 10 out. 2018.

CUNHA. S.B; FREITAS, M.E.D. DE. 2004. Geossistemas e gestão ambiental na bacia hidrográfica do rio São João - RJ. Geographia, Niterói, v. 6, n.12, p 87 - 110, (06.12) 2004. Disponível em: https://periodicos.uff.br/geographia/article/view/13481#:~:text=Trata%20o%20presente%20artigo%20de,busca%20de%20um%20desenvolvimento%20sustent%C3%A1vel. Acesso em: 16 fev. 2006

DIAS, Daniella Maria dos Santos; RAIOL, Raimundo Wilson Gama; NONATO, Domingos do Nascimento. Saneamento e direito à cidade: ponderações sobre abastecimento de água e esgotamento sanitário na cidade de Belém/PA. Revista de Direito da Cidade, Rio de Janeiro. v. 9, n 4. p. 1784-1814, Dez. 2017. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/rdc/article/view/28918. Acesso em: 20 jan. 2020

FARIAS, Tadeu; DINIZ, Raquel. Cidades neoliberais e direito à cidade: outra visão do urbano para a psciologia. Psicologia Política. São Paulo. v. 18, n 42. p. 281 – 294, maio/ago. 2018. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1519-549X2018000200006&lng=pt&nrm=iso. Acesso em 24 ago. 2020

FERREIRA, Lola. ‘Somos excluídos’: prevenção ao corona ‘esquece’ favelas sem saneamentos. UOL. Disponível em: https://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/redacao/2020/03/17/somos-excluidos-prevencao-ao-corona-esquece-favelas-sem-saneamento.htm?cmpid=copiaecola. Acesso em: 10 jan. 2021.

GUANABARÃ, G. L.M. Plano Participativo de mobilidade urbana de Cabo Frio – RJ: Desafios e Possibilidades. 2020. 149 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Universidade Federal Fluminense, Campos dos Goytacazes. 2020.

GREY, D. and Sadoff C. Sink or swim? Water security for growth and development. Water Policy, Reino Unido v. 9, n. 6, p. 545-557, Setp./Dec. 2007. Disponível em: https://cgspace.cgiar.org/handle/10568/40840. Acesso em: 28 maio 2020.

G1. Média móvel de mortes por coronavírus no Brasil chega a 1.055, a maior desde 4 de agosto há 217,7 mil óbitos. Disponível em: https://g1.globo.com/bemestar/coronavirus/noticia/2021/01/25/casos-e-mortes-por-coronavirus-no-brasil-em-25-de-janeiro-segundo-consorcio-de-veiculos-de-imprensa.ghtml Acesso em: 28 jan. 2021.

GOULART, Gustavo. Moradores da Rocinha enfrentam falta d’água em meio à pandemia da Covid-19, que já matou 62 pessoas na favela. O Globo. Disponível em: https://oglobo.globo.com/rio/moradores-da-rocinha-enfrentam-falta-dagua-em-meio-pandemia-da-covid-19-que-ja-matou-62-pessoas-na-favela-1-24545415. Acesso em: 25 jul. 2020.

HARVEY, David. Primeira Parte: O direito à cidade. In: HARVEY, David. Cidades rebeldes: do direito à cidade à revolução urbana. São Paulo: Martins Fontes, 2014. p. 27- 207.

HARVEY, David. Tradução de Alfredo, Anselmo; Schor, Tatiana; Boechat, Cássio Arruda. A Liberdade da Cidade. Geousp – Espaço e Tempo, São Paulo, n. 26, p.9 – 17, dez. 2009.

IBGE – INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Censo Demográfico 2010: características gerais da população, religião e pessoas com deficiência. Rio de Janeiro: IBGE, 2010. Disponível em: https://censo2010.ibge.gov.br/agsn. Acesso em: 22 mar. 2021.

JOBIM, Antônio Carlos. Samba do avião. © Corcovado Music Corporation. 1962. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=0xNO4NjTnfM. Acesso em: 5 maio 2020.

JORNAL DA PUC. Geosmina: quem é ela afinal? Dispoível em: http://jornaldapuc.vrc.puc-rio.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=11978&sid=50. Acesso em: 22 mar. 2021.

LAUTZE, J.; MANTHRITHILAKE, H. 2012. Water security: old concepts, new package, what value? Natural Resources Forum, Nações unidas v. 36, n. 2, p. 76-87. 2012. Disponível em: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/abs/10.1111/j.1477-8947.2012.01448.x. Acesso em: 5 maio 2017.

LEFEBVRE, Henri. Espaço e Política. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2008.

MELO, M.C. Segurança hídrica para abastecimento urbano: proposta de um modelo analítico e aplicação na bacia do rio das Velhas, Minas Gerais. Rio de Janeiro: UFRJ/COPPE. 2016. Disponível em: http://www.coc.ufrj.br/pt/documents2/doutorado/2016-1/2874-melo-mc-td-16-2. Acesso em: 05 out. 2019.

MELO, M.C; FORMIGA JOHNSSON, R. M. O Conceito emergente de segurança hídrica. Sustentare, Três Corações, v. 1, n. 1, p.72-92, ago / dez 2017. Disponível em: http://periodicos.unincor.br/index.php/sustentare/article/view/4325. Acesso em: 15 jul 2018.

MELO, M. C. de; SANTOS, A. S. P.; VIEIRA, J. M. P. A nova centralidade da água e do saneamento pós-covid-19. Rev. Augustus, Rio de Janeiro, v.25 n. 51 p. 294-315, jul./out. 2020. Disponível em: https://revistas.unisuam.edu.br/index.php/revistaaugustus/article/view/575. Acesso em: 10 jan 2020.

MINISTERIAL DECLARATION OF THE HAGUE ON WATER SECURITY IN THE 21ST CENTURY. Disponível em: https://www.worldwatercouncil.org/sites/default/files/World_Water_Forum_02/The_Hague_Declaration.pdf. Acesso em: 29 jan. 2021.

MIRANDA, Eduardo. Favelas do Rio Sofrem com falta d’água e população fica mais vulnerável a coronavírus. Brasil de Fato. Disponível em: https://www.brasildefato.com.br/2020/03/23/favelas-do-rio-sofrem-com-falta-d-agua-e-populacao-fica-mais-vulneravel-a-coronavirus. Acesso em 23 mar. 2020.

MORLIN, V.T., EUZÉBIO, R.M. direito à água: um direito humano de três dimensões. Revista do Conselho Nacional do ministério público, n 7, v. 260 p.59-81, jan. / jun. 2018. Disponível em: https://ojs.cnmp.mp.br/index.php/revista/article/download/102/79/. Acesso em: 25 nov. 2019.

MBEMBE, Achille. Necropolítica. Arte & Ensaios, Rio de Janeiro, v. 32, dez. 2016. Disponível em: https://revistas.ufrj.br/index.php/ae/article/view/8993. Acesso em: 20 abril 2020.

SANDRE, Arthur. Pretos e pardos já são maioria entre as vítimas que morreram por covid-19. UOL. Disponível em: https://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/redacao/2020/05/19/negros-e-pardos-ja-sao-maioria-entre-as-vitimas-fatais-por-covid-19.htm. Acesso em: 23 mar. 2021.

RAMOS, T. T. Pandemia é pandemia em qualquer lugar – vivendo a crise da COVID-19 de fora dos grandes centros. Espaço e Economia, Rio de Janeiro. v. 9, n. 18, p. 1-10, 2020, Abril. 2020. Disponível em: https://journals.openedition.org/espacoeconomia/11406 . Acesso em: 28 mar. 2020.

RODRIGUES. G. A distopia brasileira: o governo dos homens baixos. Espaço e Economia, Rio de Janeiro, v. 9, n. 18, p. 1-9, abril 2020. Disponível em: https://journals.openedition.org/espacoeconomia/12871. Acesso em: 28 mar. 2020.

SANTOS, B.B.M. Segurança hídrica da região metropolitana do Rio de Janeiro: contribuições para o debate. Ambiente & Sociedade, São Paulo v. 19, n. 1. p. 103-120, mar. 2016. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1414-753X2016000100007&script=sci_arttext&tlng=pt. Acesso em: 10 set. 2017.

SANTOS, Márcia Pereira Alves dos et al. População negra e Covid-19: reflexões sobre racismo e saúde. Estudos Avançados, São Paulo, v. 34, n. 99 ,p 225-243, Ago.2020. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/eav/article/view/173383. Acesso em: 22 jan. 2020.

SARLET, Ingo Wolfgang; FENSTERSEIFER, Tiago. Direito Constitucional Ambiental: estudos sobre a Constituição, os Direitos Fundamentais e a proteção do ambiente. Revista dos Tribunais, São Paulo, v. 19, n. 34 ago, 2011.

VANESSA, T. M; EUZÉBIO, S. R. M. Direito a água: um direito em três dimensões. Revista do CNMP, Brasília, v. 260, n. 7, p. 59 – 81, jan. / jun. 2018. Disponível em: https://ojs.cnmp.mp.br/index.php/revista/article/view/102. Acesso em: 09 nov. 2019.

VIEIRA, J.M.P.; Água e saúde pública: uma perspectiva pós-covid-19. Revista Gesta, Bahia. v. 8, n. 1. p. 1-4, jan. 2020 Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/gesta/article/view/37138. Acesso em: 3.jan. 2021.

WEBER, Daniela Maria. Metodologia para pesquisa em imprensa: experiências através D’o Paladino. Signos, Rio Grande do Sul v. 33, n. 1, p. 9-21, jan/mar. 2012. Disponível em: http://www.univates.br/revistas/index.php/signos/issue/view/66/showToc. Acesso em: 6 maio 2020.

Downloads

Publicado

2021-08-14

Como Citar

Santos, V. dos S. S., Marques, G. G. L. ., & Santos, F. P. dos. (2021). A segurança hídrica no contexto da Covid-19. Mundo Livre: Revista Multidisciplinar, 7(1), 89-109. Recuperado de https://periodicos.uff.br/mundolivre/article/view/48551

Edição

Seção

Sessão temática

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)