Lutando a Respeito do Modo de Incorporação – Reação Violenta contra o Multiculturalismo na Europa

Jeffrey C. Alexander

Resumo


Documentando a extraordinária potência e alcance da violenta reação europeia contra o multiculturalismo, este ensaio apresenta um novo modelo teórico para explicá-lo. Em vez de focalizar principalmente os fatos demográficos e institucionais sobre a imigração islâmica — como educação, riqueza, participação e mobilidade — o autor propõe uma abordagem cultural-sociológica que focaliza significados e emoções como as questões centrais para as sociedades civis. Com a intensificação da presença demográfica dos imigrantes islâmicos, a construção anticivil das qualidades islâmicas tem levado as massas, líderes e intelectuais europeus, não só da direita, mas do centro e da esquerda, a exigir uma assimilação homogeneizadora. Representando as práticas públicas do islã como ameaças à democracia europeia, testes restritivos de cidadania têm surgido nos últimos tempos junto com partidos políticos crescentemente xenófobos e uma recente violência neofascista ameaçadora. Inicialmente trazidos para a Europa por razões econômicas e políticas, a questão agora se voltou para a possibilidade ou não de os filhos e netos dos imigrantes islâmicos serem incorporados à sociedade civil europeia. O conflito não é sobre se os imigrantes devem ser incorporados, mas sobre as razões para fazê-lo.

Palavras-chave


multiculturalismo, imigração, assimilação, Islã, Europa, sociedade civil

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Estudos Políticos

 

 

 INDEXADORES E BASES:

  

   

 

       

AGÊNCIAS DE FOMENTO: