Entre a Cultura e a Política: A Sociologia Modernista dos Anos 1930

Maro Lara Martins

Resumo


Neste artigo, investiga-se a tradição sociológica brasileira dos anos 1930 e suas relações com o processo de modernização conservadora. A partir da variedade conceitual que a sociologia modernista empreende elucidam-se as tensas relações entre o mundo da cultura e a esfera política. A nota distintiva da sociologia modernista, ao operacionalizar conceitos como patriarcalismo, familismo, patrimonialismo, personalismo, agnatismo, clientelismo, e a miríade de empecilhos privatistas consignados em seu ideário, seria a posição decisiva na constituição da vida pública de sua sociedade, do modo de se organizar seu Estado e de contar a história de sua sociedade.

Palavras-chave


sociologia, modernismo, teoria social, teoria política

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Estudos Políticos

 

 

 INDEXADORES E BASES:

  

   

 

       

AGÊNCIAS DE FOMENTO: