A cidadania nas teorias da justiça

Augusto Junior Clemente

Resumo


Este artigo objetiva apresentar um método de apreensão dos conceitos de cidadania a partir de quatro dimensões nucleares: (i) concepção de justiça igualitária — advinda do debate que surge com John Rawls (1999); (ii) direitos, políticas e instituições; (iii) pertencimento a uma comunidade política — ambas retiradas da teoria marshalliana (1967); (iv) práticas e comportamentos que se esperam dos cidadãos — que provém de Will Kymlicka e Wayne Norman (1997). Esta multidimensionalidade é operada em cinco tradições teóricas, buscando seus conceitos de cidadania subjacentes: liberalismo igualitário, libertarismo, comunitarismo, multiculturalismo e cosmopolitismo. Argumenta-se em prol da pluralidade das teorias da cidadania, em detrimento de sua visão monista, e que as teorias da justiça galgaram posição central neste debate.

Palavras-chave


Cidadania, Justiça, Teoria Política Contemporânea, Teoria Normativa.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Estudos Políticos

 

 

 INDEXADORES E BASES:

  

   

 

       

AGÊNCIAS DE FOMENTO: