A arquitetura textual em Eva Furnari: o trabalho com as linguagens verbal e visual em Felpo Filva

Eleonora Cretton Abílio, Margareth Silva de Mattos

Resumo


Opresente artigo se insere nos estudos sobre os gêneros discursivos que o Programa de Alfabetização e Leitura – PROALE – da Faculdade de Educação da UFF vem desenvolvendo, nas vertentes da extensão e da pesquisa. Essa opção advém do fato de desenvolvermos nossos estudos voltados para os processos de produção de linguagem — oralidade, leitura e escrita — a partir da teoria bakhtiniana, tomada como arcabouço teóricometodológico para o enfrentamento de questões pedagógicas relacionadas àqueles processos. Nesse sentido, interessam-nos as ideias de Bakhtin e de seu Círculo sobre as esferas de uso da linguagem, bem como os conceitos de enunciado e de gêneros do discurso.

Texto completo:

PDF

Referências


BAKHTIN, Mikhail. Problemas da poética de Dostoiévski. 3. ed.Tradução de Paulo Bezerra. UFF–USP. São Paulo: Forense Universitária, 2002a.

______. Questões de literatura e de estética: a teoria do romance. Vários tradutores. 5. ed. São Paulo: Hucitec; Annablume. 2002b.

______. Estética da criação verbal. 2. ed.Tradução de Maria Ermenentina Galvão G. Pereira. São Paulo: Martins Fontes, 1997.

BRASIL. Parâmetros curriculares nacionais: terceiro e quarto ciclos do ensino fundamental: língua portuguesa. Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC/SEF, 1998.

COSSON, Rildo. Letramento literário: teoria e prática. São Paulo: Contexto, 2006.

DIONÍSIO, Ângela Paiva. Gêneros multimodais e multiletramento. In: KARWOSKI, A M.; GAYDECZKA, B; BRITO, K.S. (orgs.). Gêneros textuais:reflexões e ensino. Palmas e União da Vitória, PR.: Kaygangue, 2005.

FIORIN, José Luiz. O ensino de português nos ensinos fundamental e médio: problemas e desafios. In: SCHOLZE, Lia; RÖSING,Tânia M. K. (orgs.). Teorias e práticas de letramento. Brasília: INEP, 2007, p. 95-116.

FURNARI, Eva. Cacoete. Ilustrações da autora. São Paulo: Ática, 2005.

______. Felpo Filva. Ilustrações da autora. São Paulo: Moderna, 2006.

GOULART, Cecília. Alfabetização e letramento – discutindo perspectivas dos processos e o lugar da literatura. Texto da palestra proferida no Ciclo de Debates Letramento literário e alfabetização, no evento Culturas, conhecimentos, linguagens: o jogo do livro VI, promovido pelo Centro de Leitura e Escrita/CEALE, Faculdade de Educação/UFMG, 9-11 de novembro de 2005.

______. A universalização do Ensino Fundamental, o papel político-social da escola e o desafio das novas políticas de alfabetização e letramento. In: SOUZA, Donaldo B. de; FARIA, Lia C. M. de (orgs.). Desafios da educação municipal. v. 1. Rio de Janeiro: DP&A, 2003, p. 259-77.

MORAES, Odilon. O projeto gráfico do livro infantil e juvenil. In: OLIVEIRA, Ieda de (org.). O que é qualidade em ilustração no livro infantil e juvenil: com a palavra o ilustrador. São Paulo: DCL, 2008, p. 49-59.

PAULINO, Graça. Diversidade de narrativas. In: PAIVA, Aparecida. No fim do século: a diversidade – o jogo do livro infantil e juvenil. Belo Horizonte: Autêntica, 2000, p. 39-48.

RIBEIRO, Marcelo. A relação entre o texto e a imagem. In: OLIVEIRA, Ieda de (org.). O que é qualidade em ilustração no livro infantil e juvenil: com a palavra o ilustrador. São Paulo: DCL, 2008, p. 123-39.

SOARES, Magda. A escolarização da literatura infantil e juvenil. In: BRANDÃO, H. M. B.; EVANGELISTA, A. A. M.; MACHADO, M. Z. V. A escolarização da leitura literária: o jogo do livro infantil e juvenil. Belo Horizonte: Autêntica, 1999, p. 17-48.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.